CAMPEONATO DE PORTUGAL»» Pinhalnovense 4 Aljustrelense 3 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

10 de fevereiro de 2020

CAMPEONATO DE PORTUGAL»» Pinhalnovense 4 Aljustrelense 3

Aos 13 minutos perdia por 2-0…

PINHALNOVENSE CONSEGUE REVIRAVOLTA SENSACIONAL



O Pinhalnovense, a jogar no seu reduto, conseguiu aquilo que queria, a conquista dos três pontos mas a sua tarefa foi bem mais complicada do que aquilo que previa, por culpa própria, devido a dois erros cometidos nos primeiros minutos da partida que deram origem a dois golos da equipa de Aljustrel, que aos 13 minutos ganhava já por 2-0.

O Pinhalnovense não baixou os braços e acabou por reagir de forma bastante positiva às adversidades praticando um futebol bastante agressivo que deu origem ao seu primeiro golo marcado por Adilson, aos 20 minutos. Motivada, a equipa foi à procura de mais e dez minutos depois Ruben Fidalgo colocou o marcador em 2-2. Anulada a desvantagem e com o Pinhalnovense claramente por cima foi sem grande surpresa que Diego Zaporo, na sequência de um canto, desfez a igualdade (40’).

Na segunda parte os comandados por Luís Manuel entraram forte e, logo nos primeiros minutos, Bandeira elevou a contagem para 4-2, conseguindo assim uma reviravolta sensacional.

Com uma vantagem de dois golos o Pinhalnovense foi gerindo a partida mas a equipa alentejana ainda conseguiu reduzir para 4-3, por Obi, aos 62 minutos.

As coisas voltaram a ficar mais complicadas mas o Pinhalnovense conseguiu segurar o resultado, regressando assim às vitórias depois da derrota sofrida na jornada anterior em Sintra.

Com os pontos conquistados reforçou também a sua posição no sétimo lugar da tabela classificativa e no próximo domingo desloca-se ao Montijo.



FICHA DE JOGO

Jogo no Campo Santos Jorge, em Pinhal Novo
ÁRBITRO: Rui Inácio (Santarém)


PINHALNOVENSE: Patrick Costinha; Yuran Lopes, Marlon, Sandro Costa, João Pinto; Adilson, Carlitos, Bandeira (Nico, 67’); Leo (Calderón, 77’), Ruben Fidalgo (André Soares, 86’) e Diego Zaporo.
Treinador: Luís Manuel

ALJUSTRELENSE: Fábio Reis; Zazá, Matheus, Diogo Santos, Blessed Teixeira (Aldemar, 74’); Obi, Pedro Seco, Edson Pires; Hélio (Simão Silva, 83’), Hugo Cardoso e Joel Costa (Fernando Monteiro, 54’).  
Treinador: Pedro Duarte


Ao intervalo: 3-2

Marcador: 0-1, Edson Pires (8‘); 0-2, Hélio (13’); 1-2, Adilson (20’); 2-2, Ruben Fidalgo (29’); 3-2, Diego Zaporo (40’); 4-2, Bandeira (56’); 4-3, Obi (63’).

Disciplina: cartão amarelo para João Pinto (44’), Bandeira (64’), Fernando Monteiro (72’)


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here