GINÁSIO CLUBE DE CORROIOS»» Completados 74 anos de vida - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

20 de fevereiro de 2020

GINÁSIO CLUBE DE CORROIOS»» Completados 74 anos de vida



A expectativa é grande em relação ao futuro...

"CLUBE ESTÁ A PASSAR POR DIFICULDADES MAS NÃO ESTÁ DOENTE, NEM MORTO, ESTÁ BEM VIVO"

A frase foi proferida pelo vereador José Carlos Gomes nas comemorações do aniversário do clube que assinalou a data festiva com uma gala onde marcaram presença várias personalidades convidadas e cerca de uma centena de associados.


A Câmara Municipal do Seixal fez-se representar pelo vereador do pelouro do desporto José Carlos Gomes e a Associação de Futebol de Setúbal pelo presidente Francisco Cardoso. Representados estiveram também a Junta de Freguesia de Corroios, a Associação Portuguesa de Kendo, Federação Portuguesa de Boxe e a Associação das Colectividades do Concelho do Seixal, através do vice-presidente Paulo Lopes.   

A sessão conduzida pelo presidente da mesa da Assembleia Geral, João Ribeiros, começou com a projecção de um vídeo em homenagem a um jovem recentemente falecido e prosseguiu com a entrega de diplomas aos atletas que se destacaram ao longo da época e com a intervenção dos convidados.

O presidente da FP Boxe pediu “apoio para a realização dos campeonatos regionais nas instalações do clube” e Francisco Cardoso, presidente da AF Setúbal, que se mostrou disponível para continuar a colaborar no apoio institucional ao clube, recordou que “o Ginásio Clube de Corroios foi uma das grandes potências do futebol juvenil do distrito, com várias equipas a participar nos campeonatos nacionais. Espero que com as obras que irão começar em breve o clube possa voltar a ser o que já foi. Não tenho dúvidas que este novo projecto vem dar um novo incremento ao clube”.

A intervenção mais aguardada da noite foi a do vereador José Carlos Gomes que fez o ponto da situação em relação à parceria estabelecida entre a Câmara Municipal, o clube e a empresa Supera, que vai fazer um investimento de seis milhões de euros.


Dívidas ficam saldadas com o novo projecto


O Ginásio Clube de Corroios está a atravessar dificuldades mas não está doente nem está morto, está bem vivo e a prova disso é todo o entusiasmo aqui demonstrado. A Câmara Municipal do Seixal e as Juntas de Freguesia têm grande respeito e consideração pelo movimento associativo e por essa razão não iremos deixar cair o Ginásio Clube de Corroios, nem qualquer outra colectividade do concelho”, sublinhou.

Temos vindo a estudar a forma de dar a volta à situação e ainda na semana passada tivemos uma reunião no sentido de avançar com o projecto desta parceria com a Supera, que vai ter finalmente o processo desbloqueado. Tem sido um processo longo porque se trata de um investimento de seis milhões de euros e tudo tem que ser feito dentro da legalidade para que o clube não venha a ser prejudicado”, adiantou.



Na referida reunião foram dados passos importantes. A Supera entregou uma espécie de correcção do projecto que foi solicitado pela Câmara Municipal e neste momento o processo está completo porque corresponde às exigências legais e às exigências técnicas previstas na lei e no regulamento do licenciamento e planeamento urbano. Agora há a expectativa  de se poder avançar com o licenciamento da obra ainda durante este mês.

Esperamos que este projecto venha injectar uma vitamina de entusiamo e esperança e que possa contribuir para a revitalização do Ginásio Clube de Corroios. Para o levantamento da licença a Supera pagará as taxas previstas nesta fase e ainda as taxas de compensação. Depois de emitida a licença, a supera vai assumir o pagamento das dívidas do clube”, realçou o vereador.  

Outra situação que tem vindo a estrangular a situação financeira do clube é a questão do IMI e também aqui a autarquia está ao lado do Ginásio de Corroios. “O valor é muito pesado, cerca de 2500 euros de 3 em 3 meses, que corresponde a quase 900 euros por mês. Neste sentido, nos próximos dias vamos com o Ginásio de Corroios [que é uma Instituição de Utilidade Pública] às Finanças, solicitar que estas taxas sejam fechadas e que sejam devolvidos os pagamentos feitos anteriormente”.  

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here