FUTSAL»» Curso para árbitros decorre na Quinta do Conde - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

13 de fevereiro de 2020

FUTSAL»» Curso para árbitros decorre na Quinta do Conde

Acção de formação na sede da Junta de Freguesia…

CANDIDATOS TÊM IDADES COMPREENDIDAS ENTRE OS 14 E OS 42 ANOS E ENTRE ELES ESTÃO DUAS SENHORAS


Mais de duas dezenas e meia de candidatos a árbitro de futsal e cronometristas iniciaram a 25 de Janeiro, na sede da Junta de Freguesia da Quinta do Conde um curso de formação gratuito, tendente à aquisição dos indispensáveis conhecimentos que lhes permitam uma carreira na arbitragem.
A iniciativa resultante de uma pareceria entre a Academia de Arbitragem de Futsal da Margem Sul, Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Setúbal e a Junta de Freguesia local, reúne candidatos com idades compreendidas entre os 14 e os 42 anos, entre eles duas senhoras.
A acção de formação, agendada até Abril, aos sábados de manhã, é ministrada por Pedro Peixoto, ex-árbitro de futsal da 1.ª Divisão Nacional e actual vice-presidente do Conselho de Arbitragem, tem como objectivo proporcionar aos participantes a componente teórica que envolve a prática da modalidade, o profundo conhecimento das leis do jogo e dos regulamentos, mas também as inúmeras situações com que poderão confrontar-se no decurso de uma partida.

Neste sentido, serão utilizadas imagens e vídeos exemplificativos das diferentes ocorrências que poderão registar-se, em ordem a que estejam preparados para as resolver, em respeito pelas regras e regulamentos da modalidade.
Concluída a componente teórica os candidatos fazem teste sobre as leis de jogo. Se aprovados, seguem para a componente prática realizando pelo menos 10 jogos como árbitro ou cronometrista, acompanhados por árbitros federados, sendo cada uma das prestações remuneradas pela tabela de prémios da AF Setúbal.
As sessões incluem um vasto leque de temas, designadamente o que é ser árbitro de futsal; o que o define; a exigência que coloca; os conhecimentos que exige, quer em matéria disciplinar quer em questões de natureza técnica, assim como a inteligência, a imparcialidade, a confiança, ou ainda a capacidade de gerir emoções e a justeza das decisões tomadas ao longo de um jogo.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here