JUNIORES»» Benfica 2 FC Porto 1 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

29 de fevereiro de 2020

JUNIORES»» Benfica 2 FC Porto 1

Henrique Pereira decidiu após ter saltado do banco…

ÁGUIAS ATIRAM DRAGÕES PARA O FUNDO DA TABELA 


O Benfica recebeu e venceu o FC Porto por 2-1 somando assim a sua terceira vitória na fase final do Campeonato Nacional de Juniores, enquanto os dragões averbaram nesta partida a terceira derrota.

O jogo não foi famoso em termos de qualidade mas foi muito disputado pelas duas equipas que se esforçaram bastante para cumprirem o plano traçado com vista à concretização dos seus objectivos.

As águias começaram bem e adiantaram-se no marcador aos quatro minutos com um golo de Paulo Bernardo após jogada de insistência de Jeremy Sarmiento que foi à linha e cruzou para o seu companheiro encostar. O jogo decorria em toada morna e sensivelmente a meio da primeira parte os dragões equilibraram mas sem criar grande perigo, acontecendo o mesmo com o Benfica até ao intervalo.



Na segunda parte o FC Porto entrou melhor, aos 48 minutos beneficiou de um livre lateral que não resultou mas dois minutos depois conseguiu chegar à igualdade por Francisco Conceição. O Benfica reagiu com um remate forte de Diogo Nascimento defendido com dificuldade por Francisco Meixedo que largou mas depois recuperou quando Henrique Araújo se preparava para a recarga. 

O jogo ganhou mais vivacidade fruto das alterações introduzidas pelo treinador do Benfica e Henrique Pereira, o principal agitador, acabou por desfazer a igualdade selando assim mais uma vitória das águias que agravaram a crise de resultados dos dragões, que são os campeões em título.

    

TREINADORES:

Luís Araújo (Benfica): “Entrámos bem e fizemos o golo cedo. Depois o FC Porto reagiu mas fomos para o intervalo em vantagem. No início da segunda parte sentimos algumas dificuldades e sofremos o empate mas a partir daí fomos à procura da vitória. O segundo golo trouxe justiça, fomos justos vencedores”.

Manuel Tulipa (FC Porto): “Na segunda parte conseguimos nivelar o jogo e houve alturas em que até estivemos por cima. No nosso entender o lance do segundo golo é precedido de falta. Por aquilo que as duas equipas fizeram o resultado mais justo seria o empate.”

Jogador em destaque:

Rafael Rodrigues (Benfica): “Trabalhámos bem durante a semana e o jogo correu como perspectivámos, foi uma vitória obtida com sacrifício por toda a equipa. Houve uma entrada muito boa da nossa equipa e a primeira parte foi dominada por nós. Na segunda não entrámos tão bem mas na parte final do jogo mostrámos a nossa raça, o nosso querer e a nossa ambição”.

Sobre a sua exibição, disse: “Tentei ajudar sempre a equipa no máximo e no final já estava ficar um pouco cansado mas creio que consegui fazer um bom jogo. Daqui para a frente vamos querer continuar a ganhar”.



FICHA DO JOGO

Jogo no Benfica Campus, no Seixal
ÀRBITRO: Rui Soares  (Santarém), auxiliado por Filipe Lascas e Pedro Gorjão


BENFICA:  Samuel Soares; Filipe Cruz, Tomás Araújo, Adrian  Bajrami (Alexandre Penetra, 81’), Rafael Rodrigues; Rafael Brito, Diogo Nascimento (Martim Neto, 58’), Paulo Bernardo; Jeremy Sarmiento (Raymond Molnar 81’), Tiago Gouveia (Henrique Pereira, 58’) e Henrique Araújo (Renato Matos, 85’).
Treinador: Luís Araújo 

FC PORTO: Francisco Meixedo; Rodrigo Pinheiro, Mendy, Levi Faustino, Ruca; Matos (Abreu, 88’), Rafa, Ebuka; Gonçalo Borges, Francisco Conceição (Sani, 69’) e Duarte Moreira (Ferrás, 78’). 
Treinador: Manuel Tulipa

Ao intervalo: 1-0

Marcadores: 1-0, Paulo Bernardo (4’); 1-1, Francisco Conceição (50’); 2-1, Henrique Pereira (83’)

Disciplina: cartão amarelo para Rafael Brito (20’), Mendy (70’)


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here