RACING POWER»» Nova época já está a ser preparada - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

quinta-feira, 15 de julho de 2021

RACING POWER»» Nova época já está a ser preparada

 


Presidente do clube reafirma…



“VIEMOS PARA DEIXAR MARCA NO FUTEBOL FEMININO”



 

Está a reforçar a equipa para atacar em força o Campeonato Nacional da 2.ª Divisão porque o objectivo passa pela subida à Liga BPI.

 


 


O presidente do clube, Nuno Painço, em entrevista ao nosso jornal disse em determinada altura que o Racing Power Football Club não foi criado para brincar ao futebol mas sim para ganhar e na verdade assim aconteceu. No seu primeiro ano vida sagrou-se Campeão Nacional da 3.ª Divisão, após vitória obtida no jogo da final disputada com o Rio Ave, no Estádio Municipal de Leiria. 


  

Na próxima temporada vai disputar a 2.ª divisão nacional, uma competição muito mais exigente mas as ambições são as mesmas, voltar a subir de divisão para chegar à Liga BPI, a mais importante competição de futebol feminino do país. 



Ricardo Miguel Vieira, o treinador principal da equipa campeã, vai continuar no comando das operações mas o corpo técnico irá sofrer alguns retoques porque na nova época desportiva o trabalho irá decorrer em horário de equipa profissional.     


De acordo com a informação disponível até ao momento o RPower garantiu a continuidade de Godoi, Janaina, Aryane Negri, Gabi, Juliana Santos e Cláudia Tecedeiro e também já garantiu como reforços, a guarda-redes Liliana Almeida, de 29 anos (ex-Clube Condeixa), Catarina Carmo, médio de 22 anos (ex-Estoril) e Rafaela Pereira, 24 anos, que jogava em Itália (Apúlia Trani).


Reforçada foi igualmente a equipa directiva com Mariana Duarte Silvério, administradora da RPower Energy Drink, a assumir o cargo de relações públicas.



Na conversa que tivemos com Nuno Painço, ficou bem clara a sua ambição, chegar à Liga BPI para por lá ficar para depois lutar pelos lugares cimeiros.    

 

O título conquistado é a prova de que não vieram para o futebol feminino para brincar?

É verdade, não viemos para brincar ao futebol, nem gostamos de investir para gastar dinheiro mal gasto. Viemos para deixar marca no futebol feminino, a subida de divisão e o título de campeão foi apenas o começo. Nas três competições em que estávamos envolvidos apenas ganhámos uma porque nas outras duas não nos deixaram fazer o nosso trabalho. Estou a falar da Taça de Portugal e da Taça da Associação de Futebol de Setúbal.


 


Na próxima temporada as exigências são maiores e o nível competitivo mais elevado. Estão previstas muitas mexidas no plantel?

Relativamente ao plantel para a próxima época já estamos a trabalhar nele. Estamos a renovar com a espinha dorsal do plantel que conquistou o título e com quem nós identificámos que tem o ADN deste projecto. E estamos também a reforçar a equipa para atacarmos em força a segunda divisão com atletas nacionais com provas dadas na Liga BPI e atletas estrangeiras que venham fazer a diferença como temos feito.


 


O vosso projecto consistia em colocar o clube na Liga BPI em apenas dois anos. Esse objectivo mantém-se?

A RPower Energy Drink já trouxe para Portugal atletas estrangeiras que querem vingar na Europa, que a maioria dos clubes da Liga aproveitou, quando estávamos em outro projecto. Não há outra maneira de pensar neste clube, tem sido assim desde o primeiro minuto. Em dois anos queremos chegar à Liga BPI mas não é para andar por lá a jogar apenas para a manutenção mas sim para lutarmos pelos lugares cimeiros. É nosso desejo que com a chegada na Liga BPI possamos ter o nosso centro de estágio de alto rendimento já em funcionamento no concelho do Seixal, foi esta a nossa opção. O local já está definido mas por enquanto ainda não pode ser divulgado.

loading...

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here