PAIO PIRES»» Um clube que caminha no sentido certo - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

terça-feira, 27 de abril de 2021

PAIO PIRES»» Um clube que caminha no sentido certo

 


 

Presidente da direcção, Jorge Lopes em entrevista…


 

 

“FUTEBOL SÉNIOR E FEMININO É UM OBJECTIVO MAS O FUTURO PASSA PELA FORMAÇÃO”


 

 

Clube quer criar condições para os atletas e para quem o visita. As infra-estruturas vão continuar a ser melhoradas e uma nova modalidade poderá surgir em breve.

 




 


O Paio Pires Futebol Clube, que nos últimos tempos tem passado por momentos complicados, começa a dar sinais de maior vitalidade fruto do trabalho desenvolvido pela direcção liderada por Jorge Lopes.

 

O clube tem vindo a caminhar no sentido certo e as coisas estão a recompor-se. Os atletas estão a voltar, as infra-estruturas estão a ser renovadas, as condições a melhorar de forma significativa e as perspectivas de futuro são bastante animadoras porque dentro de muito pouco tempo poderão surgir mais novidades.


 

Na visita que fizemos ao Campo Vale da Abelha, falámos com o presidente da direcção, Jorge Lopes, que se mostrou empenhado em reerguer o clube.  




 

 

Que tem feito o Paio Pires durante o período em que não tem havido actividade desportiva?

Este período tem sido terrível para todos nós e para o desporto também. No nosso caso, temos aproveitado para criar condições para o regresso à actividade, que se espera seja para ficar e que este seja o último confinamento. Temos cuidado do espaço físico para a prática desportiva e temos criado condições para receber os atletas em segurança. Já fizemos os testes e os treinos já foram retomados tanto para os escalões mais baixos como para os juvenis e os juniores. Só não fizemos para os sub-22 porque ainda não se sabe se vai haver campeonato.

 

 

Foram feitos também melhoramentos nas instalações?

Exactamente. Recuperámos o campo de futebol de cinco, que tem um sintético novo, e foram pintadas as bancadas, melhorámos também as áreas adjacentes e renovámos totalmente os balneários, nomeadamente as paredes, o chão e a canalização, para proporcionarmos mais condições aos atletas e a quem nos visita. A única coisa que ficou foi o espaço físico, tudo o resto foi renovado. 

 

 

Trabalho voluntário

 

 


O facto de não haver actividade não quer dizer que tenham estado parados?

Muito pelo contrário. Lamentamos bastante não ter havido actividade desportiva mas tivemos sempre uma árdua tarefa, todos os dias, dentro das condições que eram possíveis. Trabalhámos muito de forma voluntária, nunca parámos e o resultado está à vista.


 

Como prevê o futuro mais próximo do Paio Pires?

O futuro passa por apostarmos fortemente na formação. Depois da debandada geral que houve há algum tempo atrás, neste momento já temos um número considerável de jovens na formação e as equipas de juvenis e juniores preparadas para entrarem em competição quando for possível, vai ser este o nosso foco.  Também está nos nossos planos ter uma equipa de futebol sénior mas só quando tivermos condições para isso para defesa do próprio clube e do seu futuro porque não faz sentido ter seniores numa época e deixar de ter na outra. Estamos muito empenhados em criar condições para isso e estamos a fazer um grande esforço para que isso possa acontecer muito em breve.

 

 

E o futebol feminino está fora de hipótese para já?

Também estamos a pensar nessa possibilidade. Lamentamos o que aconteceu com a modalidade mas a verdade é que a equipa que tínhamos estava fora da nossa realidade. Se não fosse a pandemia teríamos certamente dado continuidade mas considerando os pergaminhos que temos estamos também a equacionar o regresso do futebol feminino.



 

 

Em relação às infra-estruturas estão previstas algumas novidades?

Não me quero adiantar muito sobre isso mas posso dizer que estamos a estudar a possibilidade de remodelar a zona onde está instalado o bar construindo um novo com melhores condições e para além disso precisamos de ter também um ginásio que poderá nascer no mesmo espaço, assim como outros melhoramentos que se podem vir a concretizar. Temos que agradecer o apoio que a Câmara Municipal do Seixal nos proporcionou e outros que poderão vir em breve. Nós estamos atentos e apelamos aos sócios para terem também paciência e agradecer-lhes a confiança que depositaram em nós. 

 

E em relação a novas modalidades?

Estamos também com um empenho muito grande para que isso aconteça. Há conversações e presumo que a breve prazo possamos ter alguns campos de padel no espaço por trás dos balneários mas para não criar falsas expectativas fico por aqui.

 

 

Sintético novo na próxima época


 


No relvado principal que já tem alguns anos está previsto fazer alguns melhoramentos?

Não queria levantar muito esse véu porque queria fazer uma surpresa mas já que pergunta, estou muito esperançado que talvez na próxima época tenhamos já um sintético novo. Não é renovado mas sim um sintético novo.



 

Prometida há algum tempo está uma nova bancada no lado poente. Continua a ser uma hipótese?

Sim continua a ser uma hipótese mas neste momento temos outras prioridades. Como já disse, temos um bar obsoleto e um campo com um sintético estragado que mais parece uma alcatifa e como queremos dar condições aos atletas, isto parece-me mais prioritário. Portanto, provavelmente a bancada não avançará nos tempos mais próximos.   


 

Para terminar, quer acrescentar mais alguma coisa?

O meu desejo é que esta pandemia passe rapidamente para que possamos voltar a abraçarmo-nos, a conviver uns com os outros e para que os nossos jovens possam praticar desporto sem restrições. E, por fim, dizer aos sócios que tenham paciência e agradecer uma vez mais à Câmara Municipal pelo apoio que já nos deu e por aquele que está prometido, que tenho a certeza será cumprido.

loading...

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here