1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» ALMADA 1 CHARNECA 0 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» ALMADA 1 CHARNECA 0

Foi um jogo de sentido único…

Resultado demasiado escassa para tantas oportunidades

O Almada recebeu e venceu no Complexo Desportivo do Pragal o Charneca de Caparica por uma bola a zero com um golo marcado por Martin Reier, a cerca de dez minutos do final da partida.

A vitória é indiscutível e só peca por escassa porque a equipa almadense foi de facto superior em todos os aspectos.

O Charneca de Caparica, que foi obrigado a fazer alterações de última hora devido ao incumprimento das regras por parte de alguns jogadores, entrou em campo com algumas situações de recurso e o Almada aproveitou para controlar o jogo sem qualquer tipo de problema.

O caudal ofensivo dos almadenses era bastante acentuado e o golo esteve eminente em diversas ocasiões mas o acerto defensivo da equipa visitante e a belíssima exibição do guarda-redes Jesus, foram retardando aquilo que mais tarde veio a acontecer, o golo que deu a vitória ao Almada e a consequente conquista dos três pontos que colocou a equipa no 7.º lugar da tabela classificativa.

O Charneca de Caparica com os tais problemas surgidos limitou-se praticamente a defender e praticamente nunca conseguiu criar qualquer situação de perigo para a baliza almadense.

No final do jogo, Élio Santos reconheceu a superioridade almadense afirmando que o Charneca fez o jogo possível e Filipe Celikkaya, treinador do Almada, considerou o resultado escasso para tanto domínio exercido.

Na próxima jornada o Almada desloca-se à Arrentela e o Charneca de Caparica recebe o Beira mar de Almada.



A OPINIÃO DOS TREINADORES

FILIPE CELIKKAYA, treinador do Almada:

“Existiu apenas uma equipa com o objectivo de ganhar”

“Resumidamente, este jogo acabou por ser uma boa vitória, com um resultado justíssimo, mas muito curto ao nível de golos para aquilo que foi feito e para as oportunidades criadas. Apenas existiu uma equipa com objectivo de atacar a baliza adversária, essa equipa foi o Almada e podemos comprovar isso com 0 remates da parte do Charneca contra 21 do Almada, em que 14 são oportunidades claríssimas de golo. A verdade é que o guarda-redes do Charneca fez uma óptima exibição. Durante a semana já estávamos avisados para o que poderia vir a acontecer, esperávamos um Charneca com as linhas baixas, com todos os jogadores atrás da linha da bola e muitas vezes atrás do meio campo, tentando sempre explorar o contra-ataque. Estou satisfeito com o trabalho dos meus jogadores que criaram várias oportunidades num terreno em que por vezes é difícil de jogar e mantiveram a estabilidade necessária para que quando surgisse uma oportunidade não a desperdiçassem. É uma vitória do grupo, para o grupo e para todos aqueles que nos acompanham e nos dão condições”.


ÉLIO SANTOS, treinador do Almada:

“Parece que o nosso grande adversário reside dentro da nossa própria casa”

“Devido a algumas contrariedades fomos obrigados a apresentar uma equipa completamente diferente daquela que havíamos idealizado na passada sexta-feira. E essas adversidades fomos nós que as criámos dando a ideia que o nosso grande adversário reside dentro da nossa própria casa. As regras têm que ser cumpridas. Daqui para a frente temos que estar mais unidos se quisermos obter melhores resultados. Relativamente ao jogo, poderei dizer que a equipa este bem em termos defensivos e teve uma postura muito correcta e tacticamente esteve irrepreensível. É verdade que o Almada teve muita posse de bola e que nós não conseguimos criar situações ofensivas que fossem objectivas e que praticamente não criámos sequer uma oportunidade de golo. O jogo teve apenas um sentido que foi a direcção da baliza do Charneca. A equipa está a desenvolver muito bem os processos defensivos só temos que ter orgulho nisso. O que nos faltou foi uma melhor postura ofensiva mas neste momento é o possível. O Charneca acabou por fazer um jogo dentro das suas possibilidades. A nossa ideia passava por conquistar a vitória mas pela qualidade do adversário cedo nos apercebemos que não iria ser fácil”.


FICHA DO JOGO

Jogo no Campo do Pragal, em Almada
ÁRBITRO: Tiago Marques (Núcleo de Setúbal)

ALMADA: João Marreiros; Óscar, Litos, Mareco, Mauro Pereira; Martin Reier, Jota, João do Carmo (Cirilo, 55’); Luisinho (Flávio, 76’), Willians e Pipo (Suelves, 90’).
TREINADOR: Filipe Celikkaya

CHARNECA DE CAPARICA: Jesus; Tiago Brito, Nuno Anjos, Davidson, Rafa; Pinheiro, Fred (David Pombeiro, 77’), Costa (Calado, 45’); Serginho (Job, 61’), Pedro Santos e Barral.
TREINADOR: Élio Santos

Ao intervalo: 0-0
Marcador: 1-0, Martin Reier (80’)






Post Bottom Ad

Responsive Ads Here