INATEL»» SAMOUQUENSE 1 CASA DO POVO DE CORROIOS 2 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

INATEL»» SAMOUQUENSE 1 CASA DO POVO DE CORROIOS 2

Triunfo só chegou no derradeiro minuto…

Vitória no Samouco coloca a Casa do Povo nos lugares de apuramento

Este jogo revestia-se de enorme importância porque fechava a primeira volta e uma vitória para qualquer das equipas projectá-la-ia para os lugares do topo e do apuramento numa altura em que à entrada para esta ronda lideravam quatro equipas em igualdade pontual.

A primeira parte do jogo foi totalmente controlada pela Casa do Povo limitando-se os locais a jogar no erro contrário e aos 31minutos esteve muito perto do golo quando a defesa visitante falhou uma intercepção e permitiu que o avançado local se isolasse. Só não deu golo porque o guardião Diogo Cabecinha, que se estreava na equipa de Corroios, efectuou uma excelente defesa para canto. Durante este período a CPC esteve várias vezes perto do golo, mas não converteu nenhuma chance, pelo que as equipas recolheram para o descanso com o nulo no marcador.

Desta forma, previa-se uma segunda parte intensa porque os visitantes teriam que apostar os seus trunfos para fazer valer os créditos dos jogadores que compunham um banco de suplentes de muita qualidade. Só que, logo no primeiro minuto numa bola perdida no flanco esquerdo do seu ataque, a CPC ficou em desvantagem. A situação deu origem a um rápido contra-ataque do Samouquense que culminou com um cruzamento para a zona do segundo poste onde apareceu um jogador a encostar para o fundo da baliza, quando na verdade nada tinha feito para o merecer.

A partir de então acentuou-se o domínio da Casa do Povo que pressionou bastante a turma contrária a quem causou muitos problemas defensivos, com sucessivas ocasiões de golo, sendo de destacar um remate de João Raimundo à barra. Era previsível o golo do empate, que acabou por surgir aos 62', numa excelente combinação entre Casimiro e Raimundo que cruzou com precisão fora do alcance do guarda-redes local, para Jailson fazer o golo do empate que foi precisamente o 210.º golo da CPC em provas oficiais da Inatel.

Até final a pressão continuou a ser intensa e o golo da vitória acabou por surgir no último minuto por Telmo, que dentro da área deu a melhor direcção a uma bola que Rúben Custódio havia cruzado quase da linha final, e que os locais não conseguiram afastar. Portanto, foi um triunfo difícil mas muito saboroso por ter sido obtido nestas circunstâncias, embora a diferença qualitativa entre as equipas nunca tivesse estado em causa.

Na Casa do Povo, será de assinalar as estreias do guardião Diogo Cabecinha, com um jogo pleno de atenção e de concentração, e do lateral João Pena, que entrou ao intervalo.

Apesar de ter deixado passar em claro uma dupla agressão na mesma jogada de um adversário a André Rodrigues e de ter perdoado a expulsão do n.º 7 da casa, por ofensas ao árbitro auxiliar; a equipa de arbitragem, vinda de Santarém, teve um bom desempenho porque acompanhou as jogadas sempre bem de perto, com igualdade de critérios.

A CPC alinhou da seguinte forma: Diogo Cabecinha; Artur (João Pena, 40'), Luís Duarte, Damas (cap.) e Casimiro; João Nery, Sílvio (Telmo, 69') e Rui Pereira (Rúben Custódio, 50'); Paulo Barros (João Raimundo, 40'), André Rodrigues (Diogo Mareco, 80') e Rómulo (Jailson, 27'). Bruno Infante (gr) não foi utilizado.

No outro jogo da jornada, o Curvas foi vencer por 2-0 no terreno de "Os Africanos".
No termo da primeira volta a classificação é liderada por Curvas e CP Corroios ambos com 9 pontos, seguidos pelo Samouquense e Juventude Sarilhense, ambos com 6 pontos. Na última posição estão “Os Africanos”

No domingo, dia 7 de Dezembro, arranca a segunda volta com os jogos Samouquense-Juv.Sarilhense, e o importantíssimo Casa do Povo de Corroios-Africanos que poderá projectar a equipa local para a liderança isolada do grupo e assim ficar mais próximo do apuramento para a segunda fase.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here