2.ª DIVISÃO DISTRITAL»» PESCADORES 1 VASCO DA GAMA 1 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

2.ª DIVISÃO DISTRITAL»» PESCADORES 1 VASCO DA GAMA 1

Vasco da Gama foi a primeira equipa a marcar…

JOGO DA JORNADA TERMINOU EMPATADO

Pescadores e Vasco da Gama empataram a uma bola na partida que realizaram na Costa de Caparica em jogo a contar para a 9.ª jornada do Campeonato Distrital da 2.ª Divisão continuando assim empatados em termos pontuais na frente da tabela classificativa, mas com a equipa de Sines a ocupar o primeiro lugar.

Na primeira parte a equipa da Costa de Caparica esteve melhor e foi superior mas não conseguiu traduzir em golos a superioridade e o intervalo chegou com o marcador em branco.

Na segunda parte o jogo já foi mais repartido mas ainda assim o maior caudal ofensivo continuou a pertencer à equipa da Costa de Caparica que contudo viu o adversário adiantar-se no marcador com um golo marcado de penalti por João Nunes, aos 55 minutos. Dez minutos depois, o Vasco da Gama de Sines ficou reduzido a 10 unidades por expulsão de um jogador e os Pescadores aproveitaram para um pouco mais tarde chegarem ao empate com um golo obtido por Semedo, precisamente aos 84 minutos.

No final, Fernando Candeias, treinador do Vasco da Gama mostrava-se satisfeito com o ponto conquistado porque foi alcançado em casa do seu principal adversário e Jorge Amaral, técnico dos Pescadores, com a sensação de que terá perdido dois pontos devido ao grande caudal ofensivo da sua equipa e às muitas oportunidades criadas e não aproveitadas.

No reatamento do campeonato, a 11 de Janeiro, o Costa de Caparica desloca-se a Paio Pires e o Vasco da Gama recebe o Lagameças.



A OPINIÃO DOS TREINADORES

JORGE AMARAL, treinador dos Pescadores:

“Nem sempre ganha a equipa que tem mais caudal ofensivo e mais posse de bola”

“O Costa de Caparica fez um bom jogo em que na primeira parte teve um sentido único. O Vasco da Gama não conseguiu fazer um remate à baliza enquanto nós tivemos um grande caudal ofensivo que só não resultou por ineficácia dos nossos jogadores. Na segunda parte também entrámos bem no jogo, a pressionar e tentar chegar ao golo e os primeiros minutos foram completamente nossos. Depois uma reacção do Vasco da Gama que chegou ao golo numa grande penalidade que em minha opinião não existiu. Nós não nos fomos abaixo, voltámos à carga e tivemos imensas oportunidades até que conseguimos concretizar uma pelo Semedo já perto do fim. Ganhámos mais um ponto perante uma equipa muito boa que está em primeiro lugar. Em minha opinião perdemos dois pontos mas nem sempre a equipa que tem mais caudal ofensivo, mais posse de bola e mais oportunidades consegue ganhar, foi isso o que aconteceu. Os jogadores estão de parabéns porque estiveram muito acima da média, só foi pena não terem conseguido traduzir em golos a superioridade evidenciada sobre o adversário”.


FERNANDO CANDEIAS, treinador do V. Gama:

Resultado positivo obtido em casa de um adversário muito difícil”


O Vasco da Gama fez algumas alterações na equipa e na primeira parte sentiu algumas dificuldades em desenvolver o seu futebol, conseguiu ganhar algum espaço no corredores mas faltou algum discernimento e os Pescadores tiveram maior ascendente. Na segunda parte estivemos melhor e conseguimos chegar à vantagem num penalti cobrado pelo João Nunes mas depois ficámos reduzidos a dez jogadores por expulsão do André e tudo se tornou mais difícil. Mesmo assim, ainda tentámos aumentar a vantagem mas acabámos por consentir o empate já perto do final do encontro. Creio que foi um resultado positivo obtido em casa de um adversário muito difícil”.



FICHA DO JOGO

Jogo no Campo dos Pescadores, na Costa de Caparica
ÁRBITRO: Ricardo Figueiredo, Núcleo de Setúbal)

PESCADORES: Hernâni; João Martins, Roger, Palma, Fred; Bala, Pelé (Semedo, 82’), Forby (Diego, 67’); Rafa, Igor (Dany, 64’) e Júlio (Romário, 45’).
TREINADOR: Jorge Amaral

VASCO DA GAMA: José Manuel; Nuno Diogo, João Nunes, Valdir, Chalana; Flávio Alexandre, Paulinho, Ricardo Ferreira (Kuki, 45’); André, Pedro Alves (Ruben Guia, 88’) e Mauro Luz (Edson Malik, 45’).
TREINADOR: Fernando Candeias

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: 0-1, João Nunes (55’) gp; 1-1, Semedo (84’).
Disciplina: André (65’), Nuno Diogo (86’) e Palma (86’) foram expulsos, o primeiro por acumulação e os restantes directos.


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here