1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» BEIRA MAR DE ALMADA 0 AMORA 2 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» BEIRA MAR DE ALMADA 0 AMORA 2

Beira Mar bateu-se bem mas não conseguiu evitar a derrota

Amora está agora sozinho no primeiro lugar da tabela classificativa 

Foto: Jorge Nunes
O Amora foi ganhar ao campo do Beira Mar de Almada por 2-0 e com os pontos conquistados cimentou a sua posição na frente da tabela classificativa onde segue agora isolado com um ponto de vantagem sobre o U. Santiago e dois sobre o Grandolense [que não conseguiu melhor que um empate em Alfarim] e Barreirense.

Para além da vantagem que dispõem sobre os seus adversários convém recordar que o Amora tem um jogo a menos [com o Alfarim] que ficou adiado da primeira jornada devido à participação da equipa na Taça de Portugal, que tem a equipa menos batida do campeonato com apenas dois golos sofridos curiosamente no jogo que disputou em casa com o último classificado [Charneca de Caparica] e que este foi o quinto jogo consecutivo sem sofrer golos; ou seja, um registo de 450 minutos, sem contar com as compensações. Notável sem dúvida.

O Beira Mar de Almada, que na opinião do seu treinador realizou o melhor jogo da época, fez o que foi possível e dificultou bastante a tarefa dos amorenses mas estes demonstrando uma grande coesão futebolística conseguiram os três pontos que era o seu principal objectivo.

Nascimento e Miguel Abreu foram os marcadores de serviço dos azuis da Medideira, o primeiro a abrir (15 minutos) e o segundo a fechar (90+4’ minutos). Os almadenses também tiveram algumas ocasiões para marcar mas a bem escalonada defesa amorense [onde se inclui naturalmente o guarda-redes Madureira], aliada a alguma ineficácia ofensiva, não permitiram que tal acontecesse.

Na próxima jornada o Amora recebe o U. Santiago no Estádio da Medideira naquele que será o jogo da jornada porque se defrontam os dois primeiros classificados e o Beira Mar de Almada desloca-se ao Campo do Cassapo para medir forças com o Charneca de Caparica.


A OPINIÃO DOS TREINADORES

JOÃO LUÍS, treinador do Beira Mar de Almada:

“Provavelmente fizemos o nosso melhor jogo da época”

“Provavelmente fizemos contra o Amora o nosso melhor jogo da época porque fomos consistentes a defender e a atacar. O grande problema foram os dois erros cometidos que comprometeram as nossas aspirações. Na primeira parte, quando já estávamos a perder por 1-0 podíamos ter empatado, tivemos oportunidades para isso. E o 2-0 só surgiu na parte final do jogo numa altura em que estávamos a jogar apenas com 10 por expulsão de um dos nossos jogadores. O jogo foi intenso e competitivo. O Amora tem uma equipa com jogadores de qualidade e defende bem mas nós tivemos pouca sorte. Eles foram felizes nos golos principalmente no primeiro. Não há vitórias morais mas existe organização defensiva, ofensiva e transições, nós tentámos fazer isso tudo mas não conseguimos finalizar. Aliás, esta tem sido a nossa grande pecha ao longo dos jogos já efectuados. Se tivéssemos marcado primeiro se calhar a equipa não ficava tão frágil como ficou. Há que continuar a trabalhar. Os jogadores vêm aos treinos, merecem tudo e têm sempre os treinadores do seu lado. Todos os anos temos que fazer uma equipa nova e isso leva o seu tempo mas vamos com certeza dar a volta à situação, como temos noutras épocas. Quando conseguirmos o equilíbrio entre a parte defensiva e ofensiva vamos certamente ganhar muitos jogos”.


PEDRO AMORA, treinador do Amora:

“Foi uma vitória justa num campo muito complicado”

“Foi um jogo disputado num campo difícil [perante um adversário também difícil] onde sabíamos que não iríamos ter muitas hipóteses de fazer um grande jogo, em termos técnicos. Soubemos adaptarmo-nos bem ao terreno, fizemos um golo cedo e depois fomos controlando o jogo permitindo aqui e ali, em lances de bola parada, algum atrevimento por parte do Beira Mar, mas nunca deixámos de ter o jogo controlado. O segundo golo surgiu somente no fim mas foi uma vitória justa, como já disse, num campo muito complicado. No fundo, o que interessa são os três pontos e o facto de termos cumprido mais um jogo sem sofrer golos. Só tenho que dar os parabéns aos jogadores. Vamos fazer tudo para continuarmos a ganhar os nossos jogos e esperar que os outros deslizem. Agora vamos ter quatro jogos muito importantes com adversários directos onde não podemos facilitar, o primeiro dos quais já no próximo domingo com o U. Santiago, o actual segundo classificado. Portanto, só temos que entrar para ganhar, é este o nosso lema”.


FICHA DO JOGO

Jogo no Campo da Mutela, em Cacilhas
ÁRBITRO: Mário Quendera (Núcleo do Pinhal Novo)

BEIRA MAR DE ALMADA: Ricardo Esteves; Ricardinho, Louro, Edu, Jonas; Paulo Pereira, Kanu, Zebra (Zé Vitória, 45’); Penha, Ângelo e Dino (David, 70’).
TREINADOR: João Luís

AMORA: Madureira; Balela, Alex, André Freire, Filipe (Jandir, 45’); Miguel Abreu, Hugo Graça, Carlitos; Joca (Paulo Tavares, 65’), Carrilho (Lacão, 80’) e Nascimento.
TREINADOR: Pedro Amora

Ao intervalo: 0-1
Marcador: 0-1, Nascimento (15’); 0-2, Miguel Abreu (90+4’’)
Disciplina: Cartão vermelho para Ângelo (80’), por acumulação de amarelos


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here