TAÇA AF SETÚBAL»» AMORA 2 SANTO ANDRÉ 0 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

domingo, 28 de dezembro de 2014

TAÇA AF SETÚBAL»» AMORA 2 SANTO ANDRÉ 0

Perante um adversário de divisão inferior...

AMORA OBTÉM PASSAPORTE PARA AS MEIAS-FINAIS


O Amora derrotou o Estrela de Santo André por 2-0, com um golo marcado em cada parte, seguindo assim em frente na Taça AF Setúbal competição da qual é o actual detentor do troféu.

Nas meias-finais, a equipa amorense vai agora defrontar o Alcochetense [em Alcochete] que nesta eliminatória afastou a União Banheirense num jogo que só foi decidido no desempate por grandes penalidades.

Sobre o jogo com a equipa de Santo André [que milita na 2.ª Divisão Distrital] não há muito para dizer porque foi efectivamente uma vitória tranquila sobre um adversário que deu boa conta de si em determinadas zonas do terreno mas se revelou praticamente inofensivo em termos atacantes.

Apesar de se apresentar em campo com alguns jogadores que normalmente não fazem parte do onze inicial a equipa amorense tomou a iniciativa do jogo logo desde o início mas a primeira situação de perigo foi criada apenas num lance de bola parada ao qual correspondeu o guardião Carlos Pereira, com uma boa defesa.

O Estrela de Santo André jogava com as suas linhas recuadas e tentava explorar o contra-ataque mas a grande verdade é que pouco [ou quase nada] incomodou a defensiva da equipa da casa que chegava e sobrava para as encomendas, como se costuma dizer.

Entretanto, apesar do domínio exercido, a equipa orientada por Pedro Amora somente aos 42 minutos conseguiu chegar ao golo por intermédio de Carlitos que marcou na sequência de um livre cobrado por Hugo Graça que colocou em Alex e este no seu capitão, que atirou a contar.

Nesta primeira parte, onde as oportunidades de golo foram escassas, há apenas a registar uma perdida flagrante de Mauro que completamente isolado atirou ao lado da baliza da equipa alentejana.

Na segunda parte o Amora entrou a jogar de forma mais rápida e aos 49 minutos ampliou a vantagem com um golo de Freire que lançado por Joca subiu pelo flanco direito, foi até junto da linha final e quando se pensava que ia arrancar o cruzamento atirou já de ângulo difícil para o fundo da baliza.

A este lance outros se seguiram com muito perigo para a baliza do Estrela mas umas vezes por falta de acerto dos jogadores amorenses e outras por mérito do guarda-redes adversário o marcador nunca mais voltou a funcionar.

Como já dissemos, o Estrela de Santo André bateu-se bem e deu boa réplica mas pouco mais pode fazer perante um adversário que mesmo sem fazer um grande jogo foi superior em todos os aspectos. Portanto, a vitória que é inteiramente justa só peca por escassa.
  

RESUMO DO JOGO



A  OPINIÃO DOS TREINADORES:





FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio da Medideira, em Amora
ÁRBITRO: José Palma (Setúbal), auxiliado por Tiago Bolegas e João Paixão

AMORA: Madureira; Lacão, Alex, Freire, Filipe (Balela, 45'); Miguel Abreu (Hugo Graça, 36'), Mauro (Formiga, 59'), Domingos (André Dias, 80'); Carlitos (Lorete, 75'), Joca e Paulo Tavares.
Suplentes não utilizados: Botelho e Nascimento
TREINADOR: Pedro Amora

SANTO ANDRÉ: Carlos Pereira; Vítor Raposo, Ricardo Esteves, Diogo Santos, Miguel Agostinho; Wilson (André Rodrigues, 89'), Ruben Castro (Elson Tavares, 59'), André Fernandes; João Batista; Horácio Moreno e Luís Pereira (Hugo Ferro, 78).
Suplentes não utilizados: José Valadão e Carlos Morais
TREINADOR: Joaquim Sezões

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: 1-0, Carlitos (42'); 2-0, Freire (49')

Disciplina: cartão amarelo para Miguel Abreu (35'), André Fernandes (42'), Diogo Santos (62'), Wilson (63'), Lacão (80'), João Batista (83').

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here