1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» U. SANTIAGO 2 CHARNECA 0 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» U. SANTIAGO 2 CHARNECA 0

Daniel Direito foi o marcador de serviço…

Vitória sobre o Charneca de Caparica valeu subida ao trono

O U. Santiago, que venceu o Charneca de Caparica por dois a zero com dois golos de Daniel Direito, ascendeu ao primeiro lugar da tabela classificativa ultrapassando assim o Amora que não conseguiu melhor que um empate no jogo que disputou no Vale da Amoreira, com o Banheirense.

A vantagem em relação ao segundo classificado [Amora, que tem menos um jogo] é de apenas um ponto e os adversários que se seguem também estão muito próximo. Quer isto dizer que contrariamente ao que se previa o campeonato está a decorrer de forma bastante interessante e muito equilibrado, com os seis primeiros a estarem separados apenas por três pontos. De qualquer modo, porque candeia que vai á frente alumia duas vezes, os pupilos de João Direito têm razões suficientes para se sentirem satisfeitos com o trabalho até agora desempenhado.

Depois das saídas de Catarino e Amadeu a equipa alentejana está agora a tentar preencher as duas vagas deixadas em aberto sendo os alvos preferidos Celé (ex-Barreirense) e Sousa (ex-Sesimbra).

O Charneca de Caparica com a derrota sofrida caiu de novo no último lugar da tabela classificativa onde tem agora por companhia o Arrentela que perdeu nesta jornada com o Beira Mar de Almada.

Nesta partida a tarefa dos comandados de Élio Santos não se previa nada fácil como de resto veio a acontecer mas ainda assim a equipa acabou por dar uma boa resposta perante o novo líder sobretudo no decorrer da segunda parte já que na primeira demoraram algum tempo a adaptar-se ao relvado que não se apresentava nas melhores condições.

Daniel Direito, com os dois golos que marcou [sendo um de penalti], acabou por ser o homem do jogo e o principal garante da equipa de Santiago do Cacém que concretizou, com maior ou menor esforço, o que pretendia.

Na próxima jornada o U. Santiago desloca-se ao campo do Arrentela que vai estrear um novo treinador e o Charneca de Caparica recebe no Campo do Cassapo a sempre aguerrida equipa do Banheirense.


A OPINIÃO DOS TREINADORES

JOÃO DIREITO, treinador do U. Santiago:

“U. Santiago teve sempre mais posse, mais bola e mais situações de golo”

“Foi um jogo em que o piso interferiu na qualidade técnica dos jogadores das duas equipas porque o relvado estava pesado e molhado. Tecnicamente não foi muito bem jogado mas o U. Santiago teve sempre mais posse, mais bola e mais situações de organização ofensiva e de finalização. Terminámos a primeira parte a ganhar por 1-0 e neste período fomos de facto mais ofensivos e o Charneca mais defensivo. Na segunda parte logo a seguir ao segundo golo, o Charneca abriu mais o jogo e conseguiu ter mais acções ofensivas mas nunca causou grandes problemas. Depois, o Charneca de Caparica teve um jogador expulso mas nós não conseguimos tirar proveito disso porque fomos mais uma vez muito perdulários. Portanto, foi um jogo competitivo e bem disputado, em que o Charneca com a réplica que deu nos obrigou a trabalhar bastante para conseguirmos a vitória”.



ÉLIO SANTOS, treinador do Charneca de Caparica:

“A vitória do U. Santiago é justa mas nós merecíamos pelo menos um golo”

“O campo estava extremamente pesado e como o U. Santiago tinha uma equipa com índices físicos mais elevados, ficámos um pouco limitados e acabámos por ter muita dificuldade tanto nas acções ofensivas como nas acções defensivas. A equipa parecia estar apática porque não acertava nem numa simples abordagem aos lances. Na primeira parte fizemos dois ou três ataques e tivemos dois ou três cantos mas não criámos perigo enquanto o U. Santiago foi sempre uma equipa superior à nossa tanto em termos de posse como de oportunidades até aos 35 minutos surgiu o primeiro golo marcado de penalti. Na segunda parte com as alterações introduzidas a equipa melhorou e começou a criar também algumas oportunidades mas aos 60 minutos sofremos o segundo golo. Depois o Paulinho tem um lance fantástico pela esquerda com o Barral, a bola bate da trave e vem cá abaixo, os jogadores que estava ali perto garantem que a bola tinha entrado mas o árbitro não entendeu assim e se calhar de uma forma mais consentida por parte do adversário tivemos também boas ocasiões. Sentimos que se conseguíssemos marcar um golo poderíamos relançar o jogo mas não foi possível. A vitória da equipa de Santiago é justa mas nós merecíamos pelo menos um golo”.



FICHA DO JOGO

Jogo no Campo Municipal Miróbriga, em Santiago do Cacém
ÁRBITRO: Marco Machado (Núcleo de Santiago do Cacém)

U. SANTIAGO: Rafael; Alexandre, Baixinho, André Oliveira; João Generoso, Ramirez, Daniel Direito (Diogo Filipe, 85’); Ruan, Ivan (Bachir, 70’), Neves (Iddy, 75’) e Abdul.
TREINADOR: João Direito

CHARNECA DE CAPARICA: Jesus; Costa, André Antunes, Davidson, Rafa; Tiago, Pinheiro, Serginho (David Pombeiro; 45’), Pedro Santos (Elias, 45’), Paulo Costa e Barral (Calado, 68’).
TREINADOR: Élio Santos

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: 1-0, Daniel Direito (35’) gp; 2-0, Daniel Direito (60’).
Disciplina: Pinheiro foi expulso aos 72 minutos


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here