1.ª DIVISÃO DISTRITAL – PAIO PIRES 3 B. MAR DE ALMADA 1 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

segunda-feira, 8 de abril de 2013

1.ª DIVISÃO DISTRITAL – PAIO PIRES 3 B. MAR DE ALMADA 1

Não foi tão fácil como pode parecer

Edgar com dois golos foi o homem do jogo 

  O Paio Pires derrotou o Beira Mar de Almada por três bolas a uma mas não foi tão fácil como o resultado pode dar a entender.

A equipa almadense até foi a primeira a marcar mas os paiopirenses com uma ponta final digna de registo acabaram por dar a volta ao resultado que assenta bem à equipa da casa porque foi a que mais fez para conquistar os três pontos.

O Beira Mar de Almada trazia a lição bem estudada mas não conseguiu os seus intentos porque terá recuado em demasia após se ter colocado em vantagem com o golo marcado por Ivo, aos 60 minutos.

 A primeira parte foi disputada de forma algo equilibrada e com poucas oportunidades de golo de parte a parte. Ainda assim foi o Paio Pires quem esteve mais perto de o conseguir; uma vez por Adérito (25’) com um remate enrolado após cobrança de um livre com a bola a sair muito perto do poste esquerdo da baliza almadense e a outra aos 40 minutos, também na sequência de uma bola parada.

 Na segunda parte o Paio Pires entrou forte na tentativa de tomar conta do jogo as oportunidades de golo sucederam-se sendo as mais flagrantes desperdiçadas por Telmo (47’) e Márcio (55’). O Beira Mar procurava trocar a bola entre os seus jogadores para poder surpreender nas transições e foi exactamente assim que chegou ao golo por intermédio de Ivo que apareceu isolado perante Paulo Silva, após falha defensiva da equipa paiopirense. Como o resultado era negativo e o jogo se revestia de extrema importância para o Paio Pires, o treinador Paulo Cardoso, que já havia trocado Mário Capítulo por Telmo, arriscou tudo com a entrada de dois jogadores mais ofensivos e a estratégia acabou por resultar em pleno porque, tanto Laranjeira como Edgar, que marcou dois golos, se revelaram fundamentais.

Com os três pontos conquistados, o Paio Pires subiu ao 12.º lugar da tabela classificativa ultrapassando o Vasco da Gama de Sines que perdeu em casa com o Costa de Caparica. Na próxima jornada, segue-se a visita ao Campo Rocha Lobo para medir forças com o Monte de Caparica que não conseguiu melhor que um empate em casa do Melides, o último classificado. O Beira Mar de Almada, que apesar de derrotado manteve o seu lugar na classificação, recebe na próxima ronda o Vasco da Gama de Sines.


 PAULO CARDOSO, treinador do Paio Pires:

 “A vitória foi difícil mas justa”
 

"A equipa tinha a noção que estava no limite. Na primeira parte o Beira Mar jogou muito fechado e nós não conseguimos colocar em prática as nossas ideias. Na segunda parte tentámos dar mais largura à equipa por forma a abrir a estrutura do adversário que nos causou alguns calafrios como aconteceu no golo sofrido. Mas graças ao espírito da equipa e à união muito forte que existe no balneário conseguimos uma vitória difícil mas justa. Na 2.ª parte, o Beira Mar limitou-se a defender o resultado. Nas substituições fomos felizes porque resultaram mas vamos ter que continuar a trabalhar para conseguirmos o objectivo de assegurar a manutenção”. 



JOÃO LUÍS, treinador do Beira Mar de Almada:

 “Chamar pretos aos jogadores fica mal” 



 “Foi um jogo bem disputado. Controlámos até aos 20 minutos da segunda parte mas depois deixámo-nos levar pelo ambiente vivido neste campo que não respeita em nada quem está a jogar. Chamar pretos aos jogadores fica mal. Na Liga dos Campeões é preocupante mas no Distrital parece que não. O primeiro golo só acontece porque o fiscal de linha não vê uma agressão que daria a expulsão do jogador do Paio Pires. A dualidade de critérios da arbitragem foi bem visível, Voltámos a ser roubados. De qualquer forma tenho que dar os parabéns ao Paio Pires porque os jogadores trabalharam para ganhar, embora tivessem tido a estrelinha da sorte. Nós jogámos bem em 70 minutos mas depois a equipa desconcentrou-se e eles aproveitaram.”




 FICHA DE JOGO 

 Jogo no Campo Vale da Abelha, em Paio Pires
ÁRBITRO: David Salvador (Pinhal Novo), auxiliado por André Santos e Miguel Broega

PAIO PIRES: Paulo Silva; Adérito, Márcio, Fernando, Bruno Almeida; Mário Capítulo (Edgar, 64’), Fábio Geia (Telmo, 45’), Manuel Fernandes; André Pinto, Eddy e João Martins (Laranjeira, 70’).
Suplentes não utilizados: Daniel, Lourenço e Moreira
TREINADOR: Paulo Cardoso

BEIRA MAR DE ALMADA: Palas; Gonçalo, Edu, Augusto, Hadil; Vando, David, Feiteira (Ruben Cruz, 85’), Bacar; Ivo (Pipo, 65’) e Milton (Paulo Pereira, 82’).
Suplentes não utilizados: Frade, Leandro, Carlos e Bruno
TREINADOR: João Luís

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: 0-1, Ivo (60’); 1-1, Edgar (78’); 2-1, André Pinto (87’); 3-1, Edgar (90+1’).
Disciplina: cartão amarelo para Márcio (19’); Feiteira (48’); Fernando (62’); Paulo Pereira (90+4’).

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here