2.ª DIVISÃO DISTRITAL»»» QUINTA DO CONDE 0 ARRENTELA 1 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

segunda-feira, 15 de abril de 2013

2.ª DIVISÃO DISTRITAL»»» QUINTA DO CONDE 0 ARRENTELA 1

Arrentela vence com golo de Nascimento 

Numa tarde de sol e com uma casa bem composta por adeptos de ambas as equipas disputou-se no Campo António Xavier de Lima uma partida extremamente importante para os objectivos de ambas as equipas sabendo a equipa a ADQC que a margem de erro era mínima e o Arrentela também não podia perder para não hipotecar o seu objectivo.

 O Arrentela entrou em campo com o objectivo de ganhar desde logo algum ascendente mas encontrou pela frente uma equipa determinada e muito bem organizada que acabou por assumir o controlo dispondo de uma boa oportunidade de golo através de um pontapé de canto em que Nuno Gaio não foi feliz na concretização. Acontecendo o mesmo aos 26 minutos quando Vasco deu para Soares que atirou ao poste depois de aparecer isolado frente ao guarda-redes contrário. O Arrentela, que jogava mais na contenção, dispôs também de uma jogada de perigo já muito perto do intervalo com Nascimento a cruzar para a grande área onde não apareceu ninguém para dar o toque fatal. Em suma, foi uma primeira parte que decorreu de forma algo equilibrada embora com ligeiro ascendente da equipa da casa mas jogada muito com a bola pelo ar dando a ideia que, tanto uma como a outra equipa, estavam a acusar a importância do encontro.

A segunda parte foi completamente diferente. O Arrentela apareceu mais desinibido e ganhou a zona do meio-campo através da prática de um futebol mais alegre que resultou em três claras oportunidades de golo que só não aconteceu devido à grande actuação do guarda-redes, Dércio Delgado. Numa transição rápida, o Arrentela viria a obter o seu golo num belo remate de Nascimento em que a defesa da casa ficou a ver jogar. Por aquilo que foi praticado nas duas partes o empate poderia ter acontecido mas a vitória do Arrentela que premeia a ambição e a entrega ao jogo também não sofre contestação.

A arbitragem de André Duque, que mereceu o aplauso dos dois treinadores, foi de excelente nível.


 MANUEL PINÉU, treinador da ADQC: 

 “ Há dias em que as coisas não saem bem e este foi um deles” 

 “Sabíamos da importância deste jogo e alertámos os jogadores para todos os pormenores que poderiam ser importantes em relação à equipa adversária e respondemos à altura na 1ª parte. Penso que, mais uma vez, nesse mesmo período a minha equipa não teve, como não tem tido a chamada estrelinha da sorte, porque poderíamos ter inaugurado o marcador. No segundo tempo não entrámos bem no jogo. Tentámos corrigir de imediato fazendo duas alterações com dois objectivos diferentes; dar frescura à zona central do meio campo e por outro lado, dar profundidade ao nosso jogo pelas alas e ainda tentei dar mais força ofensiva com a colocação do Sérgio, mas nada nos saiu bem. A equipa do Arrentela foi mais esclarecida, criou-nos bastantes dificuldades e dispôs de boas oportunidades de golo só não concretizadas devido à excelente actuação do nosso guarda-redes. Quero, contudo, dar os parabéns à minha equipa porque sei que não foi por falta de entrega que perdemos. Há dias em que as coisas não nos saem bem e este foi um deles. Há que continuar a lutar nos 5 jogos que faltam. Na semana passada, depois de ter perdido, insurgi-me contra a equipa da arbitragem coisa que nunca tinha feito, hoje após esta derrota tenho a dizer que o trio de arbitragem merece ser observado com atenção pela grande qualidade que tem. Actuou sem arrogância, a saber falar com os jogadores, creio que merecem mais que andar nos distritais”.


 JOSÉ CARLOS SANTOS, treinador do Arrentela:

 “Se não ganharmos ao Banheirense
 estes três pontos de nada valeram”

  “São jogos como este que podem marcar uma época pela positiva. A equipa reencontrou-se e demonstrou em campo a vontade que tem em subir. Acredito que estamos no caminho certo mas se não ganharmos o próximo jogo com o Banheirense, estes três pontos de nada valeram. Quero, entretanto, deixar uma palavra de apreço para a equipa da Quinta do Conde que fará com certeza uma segunda volta de qualidade. Temos ainda que ultrapassar mais alguns obstáculos mas estamos na verdade bem posicionados para ser felizes no fim do campeonato. E, por fim, quero dar os parabéns à equipa de arbitragem que esteve em excelente nível, a merecer toda a atenção para outros voos na arbitragem nacional”.

 FICHA DE JOGO

Jogo no António Xavier de Lima, na Quinta do Conde 
ÁRBITRO: André Duque (Almada / Seixal) 

ADQC: Dércio, Jaime, Samuel, João Monteiro, Ivo, Vasco, Soares, Bruno Gomes (57`Wilson Morgado), Rodri (67`Sérgio), Filipe Pinto (57`João Silva), Nuno Gaio (C ). 
TREINADOR: Manuel Pinéu Disciplina: Amarelo (Wilson 79`), Samuel (90`+3`) 

ARRENTELA: Rolo; Pinheiro, Gémio, Antunes, Jorge (cap.); Serrinha (Elias, 20’), Abreu, Tozé, Dutchi (Miguel Cruz, 70’), Nascimento e Ruben (Vilar, 64’). 
TREINADOR: José Carlos Santos 

Ao intervalo: 0-0 
Marcador: 1-0, Nascimento (67’) 
Disciplina: cartão amarelo para Wilson e Samuel (ADQC) e Gémio, Dutchi e Tozé. (Arrentela). Cartão vermelho directo, por bocas, para Vilar (90’).

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here