AMORA»»» Chegou ao fim o reinado de José Mendes - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

quarta-feira, 10 de abril de 2013

AMORA»»» Chegou ao fim o reinado de José Mendes

Os novos corpos sociais já tomaram posse

Carlos Henriques é o rosto da mudança

  O Amora Futebol Clube elegeu no passado domingo os corpos sociais que vão gerir os destinos do clube nos próximos dois anos.

Para trás fica a gestão ruinosa de um presidente que apesar de muito contestado conseguiu resistir como responsável máximo do clube durante os últimos 13 anos.

Carlos Henriques, de 56 anos, antigo atleta do clube e um dos dinamizadores da Secção de Veteranos, é o rosto da mudança e a pessoa em quem os amorenses acreditam para dar a volta à crítica situação em que o clube se encontra.

 A eleição decorreu dentro da normalidade e sem incidentes. Ao acto eleitoral concorreu apenas uma lista que mereceu o consenso esmagador da quase totalidade dos associados do clube. Entre os votantes registaram-se apenas oito votos em branco e um nulo.

Na tomada de posse, que teve lugar na passada terça-feira à noite, Carlos Henriques destacou a importância de ter uma direcção “forte e unida”, capaz de falar sobre as boas e más situações que certamente vão surgir. Salientou ainda que o percurso que se segue não será fácil e trará, certamente, muitos "murros no estômago", mas o desejo de todos é recuperar o clube. Por isso mesmo é que foram escolhidas pessoas para desempenhar funções muito específicas e muito concretas.

Abrir o Amora Futebol Clube à cidade, dar continuidade e eleger uma comissão para o Projecto Medideira XXI, criar condições ao futebol de formação através da implementação de sintéticos, recuperar o património histórico e dar-lhe memória, recuperar o Estádio da Medideira, criar campanha de novos sócios e novas receitas, pôr a secretaria a funcionar, fazer o levantamento das dívidas e renegociá-las, vincar junto do poder local a posição o clube na vida social da freguesia e tornar o Amora FC o segundo clube mais representativo do distrito desde o futebol de formação ao futebol sénior, são alguns dos pontos essenciais do projecto dos novos dirigentes do clube.

Para os principais cargos directivos foram eleitos Paulo Silva, com presidente da Assembleia Geral; Conceição Lousada, Conselho Fiscal; Carlos Henriques, presidente da Direcção; Domingos Garcia, vice-presidente para o futebol sénior; José Carvalho, vice para o futebol juvenil; Manuel Arvelos, vice para o património; Rui Belchior, contencioso; António Colaço, relações públicas e marketing; Eduardo Cobiça, actividades amadoras; Ana Rita Ramos, área administrativa e financeira; Ilda Pedreira, tesoureira e Paulo Pavão, secretário-geral.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here