2.ª DIVISÃO DISTRITAL – LAGAMEÇAS 1 QUINTA DO CONDE 0 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

terça-feira, 9 de abril de 2013

2.ª DIVISÃO DISTRITAL – LAGAMEÇAS 1 QUINTA DO CONDE 0

Lagameças marca no último lance do jogo

Erros de arbitragem estiveram na origem do resultado

  Um golo marcado no último lance do encontro na sequência de uma falta assinalada perto da grande área deu a vitória ao Lagameças na partida que disputou com a ADQC que se queixa do mau desempenho do árbitro que não terá assinalado três grandes penalidades a seu favor.

Para a equipa da Quinta do Conde a deslocação às Lagameças não se apresentava nada fácil devido sobretudo às dificuldades que tem manifestado sempre que actua em campos pelados. Ainda assim, foi a ADQC que entrou mais forte exercendo grande pressão sobre a equipa da casa nos primeiros 15 minutos. Após esse período, o Lagameças equilibrou a luta na zona do meio campo e através de rápidas transições ofensivas obrigou a defesa da equipa visitante a atenção redobrada. Daí, até ao final da primeira há a registar dois remates com muito perigo da equipa da ADQC e um da equipa visitada. De salientar ainda que o primeiro tempo ficou marcado por dois lances passíveis de grande penalidade que não foram assinalados pelo juiz da partida.

Na segunda parte quem entrou melhor no jogo foi o Lagameças que fez por duas vezes a bola rondar com perigo as redes à guarda de Dércio Delgado. Após duas substituições efectuadas, a ADQC estabilizou o seu jogo no meio campo, passou a fazer melhor circulação e tomou conta do jogo, resultando daí três claras situações de golo na mesma jogada. A primeira por Rodri à qual se opôs o guarda-redes Sanheiro que fez uma excelente defesa desviando a bola para o lado onde apareceu João Silva com a baliza à seu mercê a rematar para Pedro Teixeira, defesa central da equipa local, a cortar sobre a linha de golo sobrando a bola para Wilson Morgado que rematou para nova intervenção ao guarda-redes do Lagameças.

Até ao final o ascendente da ADQC manteve-se, sendo de registar uma excelente tabela entre Nuno Gaio e Wilson que, cara a cara com o guarda-redes, viria a ser puxado na grande área sem que nada fosse assinalado. Depois, o árbitro deu cinco minutos de descontos e no último desses minutos surgiu o golo do Lagameças, marcado de forma irrepreensível por Nuno, após falta assinalada perto da grande área da ADQC, terminando de imediato o jogo sem que a bola tivesse chegado sequer ao meio campo.


 MANUEL PINÉU, treinador da ADQC: 

 “O árbitro e os seus auxiliares tiveram uma tarde infeliz”

  “Nesta deslocação ao campo do Lagameças avisei os jogadores do grau de dificuldade que iriam encontrar. Em primeiro lugar, devido ao pelado onde normalmente as exibições não têm sido as melhores e, depois, porque sabíamos que a equipa do Lagameças é muito trabalhadora. Entrámos fortes nos minutos iniciais. Penso que a equipa da casa conseguiu depois corrigir alguns posicionamentos e equilibrar a primeira parte. No intervalo corrigimos algumas situações menos boas mas não entrámos bem no início da segunda parte devido essencialmente a alguns erros de marcação que estavam a existir no meio campo. Aos 55’ minutos, com as entradas de Vasco e de João Silva, estabilizamos o nosso jogo no meio campo, demos mais profundidade ofensiva e fomos claramente superiores, durante o resto do jogo. Mas, nem sempre ganha quem melhor joga. Desde o início da época nunca ninguém me ouviu falar de arbitragens mas, em minha opinião, esta teve influência no resultado. E passo a explicar porquê: por mão na bola dentro da grande área e empurrão pelas costas ao Bruno Gomes, na primeira parte e puxão pelas costas a Wilson, já na segunda parte, quando ia para a baliza adversária. Nada disto foi marcado. Contesto também uma acção de clara vantagem da minha equipa (4 para 2) com o árbitro a interromper o jogo para prestar assistência a um jogador meu que estava caído no meio campo. Tenho a certeza que os erros não foram propositados mas que o senhor árbitro e os seus auxiliares tiveram uma tarde infeliz, isso tiveram. De realçar que os nossos objectivos continuam intactos e que iremos lutar por eles até ao fim. Apesar de todos estes incidentes queria dar os parabéns aos meus jogadores porque souberam manter a cabeça fria perante tudo o que aconteceu”.


 FICHA DE JOGO 

Jogo no Campo Adelino Cais Esteves, nas Lagameças
ÁRBITRO: Henrique Pires (Almada / Seixal)

ADQC: Dércio; Jaime, Samuel, João Monteiro, Filipe Pinto; Soares, Wilson, Bruno Gomes (João Silva, 55`); Nuno Gaio (cap.) Alberto Soeiro (Vasco, 55`), Sérgio (Rodri 65`).
TREINADOR: Manuel Pinéu

Ao intervalo: 0-0
Marcador: 1-0, Nuno (90+5’)
Disciplina: Nada a registar

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here