COMÉRCIO INDÚSTRIA»» Continua a expectativa na Bela Vista - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

quarta-feira, 19 de agosto de 2020

COMÉRCIO INDÚSTRIA»» Continua a expectativa na Bela Vista

 

Equipa “B” já apresentou 14 jogadores…

 

PLANTEL DA EQUIPA PRINCIPAL VAI SURGIR COM MUITAS NOVIDADES

 

Em comunicado, clube mostra-se preocupado com o incumprimento das regras por parte de alguns clubes relativamente à retoma da actividade desportiva por se tratar de um caso de saúde pública.

 

Paulo Catarino (ex-Palmelense) é um dos reforços da equipa "B"

O Comércio Indústria continua a preparar a nova época desportiva e a constituir a formação dos plantéis das diversas equipas que vão estar em competição.

 

Neste momento, continua a expectativa em relação à equipa principal que ainda não apresentou jogadores, embora como é compreensível o plantel já esteja formado, ou quase.

 

Tendo em conta o elevado número de jogadores que não continuam é expectável que a equipa sadina, que vai ser treinada por Tiago Raposo, se apresente na época de 2020/21 com muitas novidades.

 

Os jogadores que não continuam em Setúbal são: Rui Dabó, que vai para a Oliveirense (II Liga), Ricardo Dâmaso (Grandolense), Martim Mira (Fabril), Rui Maurício (Pescadores), Fábio Oliveira, Gakou e Alexandre Dâmaso (Vendas Novas), João Rocha e Jorge Iguaran (Barreirense), Calú e Tiago Mascarenhas (Alcacerense), Milton (Águas de Moura), Djá (Moitense) e Daniel Nhaga (Seixal).


Em adianta fase de construção está o plantel da equipa “B” que vai ser treinada por Mário Moço. Os 14 jogadores já apresentados são os defesas João Pinto, Fábio Loupas, Simão Batista, Sandro Santos (ex-Banheirense), Tiago Sousa “Ice” (ex-Pinhalnovense), Bernardo Chorinha (ex-Sporting); os médios, André Canilhas, Luís Samora, Tiago Alexandre Silva, Zineidine Soares (ex-Galitos) e os avançados Bruno Ramos, Tiago Filipe Silva, Pedro Catarino (ex-Palmelense) e Jaime Lopes (ex-Pelezinhos).


 

 

Clube preocupado com o incumprimento das regras

 


Entretanto, tendo em conta a actual situação de pandemia de covid-19, o clube emitiu o seguinte comunicado:

 

“O período pandémico que atravessamos reveste-se de reconhecidos riscos e responsabilidades para as entidades envolvidas no fenómeno desportivo.


 

A prática das modalidades colectivas assume um potencial de contágio acrescido que deve ser encarado com sobriedade e lucidez na plena consciência das consequências previsíveis, em caso de incumprimento ou displicência perante as regras de segurança e prevenção.



O União Futebol Comércio Indústria (UFCI) reconhece a importância do retorno gradual à actividade futebolística, uma vez acauteladas as devidas providências, consubstanciadas nos Planos de Contingência e na decisão prévia das autoridades sanitárias, designadamente da Direcção Geral de Saúde, e federativas/associativas.



Ao tomar conhecimento de tomadas de posição tornadas públicas, assumidas por diversos clubes, antecipando etapas, a Direcção do UFCI e o Sector Médico do Clube manifestam uma clara preocupação no contexto da saúde pública e no capítulo desportivo, pela desigualdade gerada, ao se permitir inícios desfasados, fruto de decisões unilaterais dos filiados da Associação de Futebol de Setúbal.



O papel fiscalizador e a monitorização do seguimento rigoroso dos passos a adoptar são do âmbito estrito da hierarquia desportiva por via da denúncia e censura de desvios de conduta.



O UFCI estará atento a eventuais hesitações bem como às implicações do menosprezo pelos regulamentos instituídos ou uniformidade de critérios.
   

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here