1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» PALMELENSE 0 ALMADA 1

Palmelense perdeu o gás a partir dos 15 minutos…

Golo de Willians vale mais três pontos para o Almada

O Almada obteve a sua segunda vitória no campeonato na partida que realizou no pelado do Cornélio Palma que se apresentava em muito más condições para a prática do futebol, devido à chuva intensa que havia caído em toda região de Palmela e com os pontos conquistados subiu mais uns degraus na tabela classificativa.

Um golo marcado por Willians por volta dos 75 minutos acabou por ser suficiente para garantir a vitória almadense que foi inteiramente justa como de resto foi reconhecido pelo técnico da equipa adversária, Edu Machado.

O Almada foi mais inteligente porque soube adaptar-se melhor às condições do terreno praticando um futebol mais prático e como consequência disso acabou por ser compensado com a conquista dos três pontos.

De registar, contudo, alguma divergência de opinião sobre a arbitragem. Filipe Celikkaya considera que Henrique Pires realizou um trabalho positivo porque soube resistir à pressão dos jogadores, adeptos e outros agentes da equipa da casa e Edu Machado sem tirar o mérito à vitória almadense teceu algumas críticas não só em relação à sua actuação mas também ao critério aplicado nas nomeações para determinados jogos, como foi o caso deste.

Em termos classificativos o Almada ocupa agora a oitava posição com seis pontos e o Palmelense está no 14.º lugar com apenas dois pontos, fruto de dois empates.

Na próxima jornada os almadenses são anfitriões do Sesimbra enquanto o Palmelense se desloca a Cacilhas para defrontar o Beira Mar que é uma das duas equipas que ainda não pontuaram neste campeonato.


A OPINIÃO DOS TREINADORES

EDU MACHADO, treinador do Palmelense:

“Nada tira o mérito à vitória do adversário mas algo de estranho se passa com a nomeação de árbitros”

“Foi uma partida de futebol praticada num campo pelado em muito mau estado devido à chuva que caiu durante o fim-de-semana e que realmente não prestigia em nada a prática do futebol. Estava mau para as duas equipas e no que diz respeito a história do jogo, direi que o Palmelense entrou melhor nos 15 primeiros minutos, mais agressivo, mais pressionante e mais perto da área do Almada. A partir daqui creio que o Almada percebeu melhor o que deveria fazer para chegar à vitória praticando um futebol mais directo, mas com bola na área, e acabou por ser feliz num desses lances. Uma nota só para a arbitragem. Não me quero desculpar com os árbitros mas queria dizer que foi uma arbitragem muito inteligente deste miúdo, com 25 anos, que não teve respeito por nada nem ninguém e que se serve se da "profissão" para ter alguma autoridade na vida. Não acredito muito em coincidências mas na primeira jornada apanhamos um árbitro do Núcleo de Santiago antes de jogarmos com o Grandolense e tivemos três expulsões. Hoje, tivemos um árbitro do Núcleo de Almada contra o Almada e antes de um jogo com o Beira-Mar de Almada. Isto parece um pouco estranho mas em nada tira o mérito da vitória do adversário que foi superior. Aos meus jogadores, parabéns pela entrega e atitude. Vamos continuar na guerra por muito que nos queiram deitar abaixo”.



FILIPE CELIKKAYA, treinador do Almada

“O resultado é totalmente justo pela entrega, atitude e qualidade evidenciada pelos jogadores”

“Sabíamos que ia ser um jogo extremamente difícil e não nos enganámos. O Palmelense é uma equipa aguerrida e que, a jogar no seu campo, torna-se muito perigosa, dado ao jogo directo que promove. Tínhamos que ultrapassar à partida duas condicionantes, o terreno de jogo e a água que havia nele. O jogo foi dominado por nós, tentando chegar à baliza do Palmelense de uma forma mais prática, ou um pouco mais elaborada. Ao intervalo estava 0-0, mas sentíamos que continuávamos por cima. Na segunda parte continuámos a fazer o nosso jogo criando várias oportunidades e numa delas acabámos por marcar. O resultado é totalmente justo pela entrega, atitude e qualidade evidenciada durante os 98 minutos. Em relação à equipa de arbitragem, sabendo que era um jogo difícil, fez um trabalho positivo, mesmo quando sofreram pressões dos jogadores, adeptos e outros agentes da equipa da casa”.


FICHA DO JOGO

Jogo no Campo Cornélio Palma, em Palmela
ÁRBITRO: Henrique Pires (Núcleo de Almada / Seixal)

PALMELENSE: Gustavo; Pedrinho, Jones, Paulo Sousa, Marco; Celkio, Nelson, Maradona (Ruben, 65’); Alex (Grampola, 75’), Brito (Vítor, 45’) e Gaspar.
TREINADOR: Edu Machado

ALMADA: João Marreiros; Óscar, Litos, Ião, Mauro Pereira; Martin Reier, Jota, João do Carmo; Mesquita (Chiquinho, 85’), Luisinho (Flávio, 70’) e Willians
TREINADOR: Filipe Celikkaya

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: 0-1, Willians (75’)
Share on Google Plus