1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» BARREIRENSE 1 ALFARIM 1

Alfarim foi para o intervalo a ganhar por 1-0

Barreirense chega ao empate já em período de compensação

Barreirense e Alfarim foram protagonistas de um dos três empates da jornada num jogo que teve duas partes distintas. Na primeira quem esteve melhor foi o Alfarim que foi para o intervalo a ganhar por 1-0 com um golo marcado na cobrança de uma grande penalidade por Bolacha quando estavam decorridos cerca de quarenta minutos de jogo.

Na segunda parte o Barreirense entrou com outra disposição e começou por tomar conta do jogo aproveitando algum adormecimento da equipa de Alfarim que entretanto ficou reduzida a 10 unidades por expulsão de Marçal que havia entrado aos 60 minutos para o lugar de Mantorras.

O tempo ia passando e as tentativas da equipa visitada esbarravam quase sempre na bem escalonada defensiva de Alfarim que fazia tudo para segurar a vantagem. E quando tudo apontava para que o jogo terminasse com a vitória da equipa visitante, eis que num último esforço [quando decorria já o quarto minuto de compensação] surge a igualdade por intermédio de Canina depois de um pouco antes Ivo Mendes ter desperdiçado a possibilidade de aumentar para 2-0 quando apareceu completamente isolado perante o guarda-redes do Barreirense.

Na tabela classificativa as duas equipas estão separadas apenas por um ponto com vantagem para a equipa do Barreiro [10.º lugar] que tem cinco pontos contra quatro do Alfarim [11.º lugar], que tem menos m jogo.

Na próxima jornada há jogo grande na Verderena com o Barreirense a receber o Alcochetense e em casa joga também o Alfarim que será visitado pelo Arrentela.


A OPINIÃO DOS TREINADORES

PEDRO DUARTE, treinador do Barreirense:

“A haver um vencedor teria de ser o Barreirense”

Foi um jogo que nem de perto nem de longe chegou aos noventa minutos com o resultado que queríamos. Fizemos uma primeira parte muito má, com poucos momentos de bom futebol. O Alfarim esteve melhor na primeira parte e acabou por sair para o intervalo a vencer com justiça (golo de grande penalidade). Na segunda parte entrámos muito fortes no jogo e com uma atitude completamente diferente, tivemos sempre o controle do jogo e criámos muitas situações de golo. Fomos claramente superiores mas o golo do empate acabou por aparecer somente no final do jogo. Acho que a haver um vencedor teria de ser o Barreirense. Que me lembre o Kevin só fez duas defesas durante todo o jogo. De qualquer forma, parabéns ao Alfarim pelo empate”.



JOSÉ CARLOS OLIVEIRA, treinador do Alfarim

“Perdemos claramente dois pontos”

“Na primeira parte foi clara a nossa superioridade. Jogámos pelo chão, dominámos o jogo, fizemos o golo, criámos outras várias oportunidades e o nosso guarda-redes praticamente não fez nada. Na segunda parte, houve de facto uma reacção do Barreirense porque entrou mais pressionante. Nós desorientámos durante alguns minutos, perdemos um pouco a confiança e houve algum desnorte e ficámos reduzidos a 10 unidades por expulsão do Marçal mas mesmo assim a melhor oportunidade foi nossa porque falhámos um golo de baliza aberta e depois sofremos o empate num lance em que facilitámos demasiado. Em minha opinião perdemos claramente dois pontos perante um adversário que estava a jogar sobre brasas e que acabou por ser feliz com o golo que marcou mesmo a acabar o jogo. O árbitro, que fez um bom trabalho no cômputo geral, acabou por ter influência no resultado porque não marcou uma grande penalidade a nosso favor e depois quase de imediato expulsou o nosso jogador”.


FICHA DO JOGO

Jogo no Campo da Verderena, no Barreiro
ÁRBITRO: Mário Quendera, Núcleo do Pinhal Novo)

BARREIRENSE: Kevin; Carlos André, Fragoso, Bruno Costa, Bailão; Crisanto, Pombo (Bruno Cruz, 73’), João Nuno; Danilo (Chiquinho, 68’), Ruben Guerreiro e Fabrício (Canina, 55’).
TREINADOR: Pedro Duarte

ALFARIM: Sérgio Mata; Tiago Veríssimo, Tiago Dias, Elson, António Pires; Paulo Vítor, Luís Carlos (Adrien, 68’), André Pinto (Santola, 90+1’); Bolacha; Ivo Mendes e Mantorras (Marçal, 60’).
TREINADOR: José Carlos Oliveira

Ao intervalo: 0-1
Marcador: 0-1, Bolacha (40’) gp; 1-1, Canina (90+4’)
Disciplina: Cartão vermelho directo para Marçal, 79 minutos

Share on Google Plus