1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» SESIMBRA 0 MONTE DE CAPARICA 0 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

domingo, 9 de novembro de 2014

1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» SESIMBRA 0 MONTE DE CAPARICA 0

Repartição de pontos foi o desfecho mais justo

Ambas as equipas procuraram o golo mas nenhuma conseguiu marcar



No Estádio Vila Amália, em Sesimbra, disputou-se uma boa partida de futebol que acabou por ter um desfecho justo embora tivessem faltado os golos que servem sempre para apimentar as hostes e dar mais emoção aos jogos.


Como se pode constatar pelas declarações dos treinadores [Alfredo Almeida e José Meireles] ambos estão de acordo quanto ao resultado final e à forma como o jogo se desenrolou; ou seja, uma primeira parte em que o Sesimbra esteve melhor e um segundo tempo com superioridade da formação que viajou desde o Monte de Caparica.


O Sesimbra com o ponto conquistado manteve a sua posição na tabela classificativa [sétimo lugar, com os mesmos pontos do quinto e sexto, Grandolense e Com. Indústria, respectivamente] e o Monte de Caparica [que continua sem perder no campeonato] baixou para o quarto lugar.


Na próxima jornada o Sesimbra desloca-se ao Campo do Pragal para defrontar o Almada e o Monte de Caparica recebe no Campo Rocha Lobo o Amora que conta por vitórias todos os jogos disputados no campeonato.



A OPINIÃO DOS TREINADORES:


ALFREDO ALMEIDA, treinador do Sesimbra:

“O resultado acaba por ser justo”

“A primeira parte foi bem disputada, com oportunidades para ambos os lados, com o Monte de Caparica [que tem uma boa equipa] a provar porque razão ainda não tinha perdido e o Sesimbra [a mostrar também credenciais] a procurar sempre o golo. O intervalo parece ter feito mal ao Sesimbra e os primeiros vinte minutos da segunda parte pertenceram por completo ao Monte que criou oportunidades algumas oportunidades para marcar perante um Sesimbra mais defensivo mas a dar conta do recado. Com as alterações feitas na equipa, o Sesimbra entrou novamente no jogo, conseguiu equilibrar e dispôs também de uma boa ocasião para marcar e assim se colocar na frente do marcador. Em resumo, foi um jogo muito intenso de parte a parte com duas boas equipas que se entregaram de forma excelente ao jogo. O resultado acaba por ser justo, mas em minha opinião, face ao que ambas as equipas produziram deveria ter sido com golos. Foi mais um ponto para o Sesimbra na caminhada longa e dura que vai ser este campeonato. Pensamento já em Almada para defrontar uma óptima equipa que nos criou bastantes dificuldades na Taça AF Setúbal”.



JOSÉ MEIRELES, treinador do Monte de Caparica:

“Nenhuma equipa merecia sair derrotada”


“Tal como se previa, assistimos a um bom espectáculo de futebol no Vila Amália. Foi um jogo aberto e rápido, num relvado muito bem tratado, com ambas as equipas a mostrarem que queriam ganhar o jogo. Entrou melhor o Sesimbra mas a grande oportunidade da primeira metade é nossa quando aos 14` Ruben Braga isolado não conseguiu desfeitear o guarda-redes adversário. Não me custa reconhecer que a equipa orientada pelo Alfredo Almeida foi melhor nos primeiros 45 minutos mas também é verdade que só uma vez incomodou Dani, com um remate do meio da rua. Ao intervalo mudámos alguns posicionamentos, conseguimos tomar conta do jogo e fomos sem dúvida melhores que o nosso adversário na segunda metade. Pertenceu-nos também a a melhor situação de golo e de novo por Ruben Braga que dentro da pequena área não conseguiu dar o melhor seguimento a uma excelente jogada de Paulo. Por tudo isto acho que o resultado final de ajusta, nenhuma equipa merecia sair derrotada. Quanto à equipa de arbitragem qualquer um dos três já deu provas suficientes de qualidade e hoje mais uma vez estiveram irrepreensíveis, parabéns para eles também.


FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio Vila Amália, em Sesimbra
ÁRBITRO: João Marques (Núcleo de Almada / Seixal)

SESIMBRA: Gonçalo; Fabinho, Quissem, César, Sandro; Casaca (Tiago Neto, 63'), Huguinho (André Pinto, 75'), Sousa (Miguel Correia, 86'); Bernardo Mata, Rui Santos e Sérgio Zeferino.
TREINADOR: Alfredo Almeida

MONTE DE CAPARICA: Danielton; Aguilar, Pedro, Albasini, Heta; Austrelino, José João, Paulo Bolonha (Dimi, 89’); Galo (Bambo, 72’), Lino Pereira (Miguel, 79’) e Ruben Braga.
TREINADOR: José Meireles

Ao intervalo: 0-0
Resultado final: 0-0

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here