INICIADOS»» BENFICA 2 OEIRAS 0

Com uma exibição de encher o olho…

Águias com duas bicadas resolvem na primeira parte

Em jogo antecipado da 12.ª jornada do campeonato nacional de iniciados realizado no Caixa Futebol Campus, no Seixal, o Benfica derrotou o Oeiras, segundo classificado, por 2-0, reforçando assim a liderança da Série F.

Com uma exibição de encher o olho, sobretudo no decorrer da primeira parte, período em que desenvolveram jogadas de excelente execução, os pupilos de Luís Nascimento obtiveram uma vitória que não merece contestação, apesar da boa réplica dada pela equipa de Oeiras que tudo fez para chegar ao golo.

Os primeiros dez minutos decorreram de forma equilibrada com ambas as equipas a mostrarem muita vontade e grande entrega mas pouca eficácia no momento da finalização. Depois, o Benfica passou a tomar conta do jogo e aos 15 minutos surge a primeira grande oportunidade na sequência de uma boa jogada do seu ataque com João Fonseca a dar para Luís Pinheiro e este para a zona da pequena área onde apareceu Ricardo Campos a rematar contra o corpo do guarda-redes contrário. O caudal ofensivo dos encarnados começava a acentuar-se e o golo acabou por acontecer aos 21’ por Pedro Álvaro, que fez gosto ao pé na cobrança de um livre directo. O Oeiras sentia alguma dificuldade em aguentar a pressão benfiquista e o segundo golo marcado de cabeça por Miguel Nóbrega, após excelente jogada colectiva onde também participaram Mário Ferreira e Luís Pinheiro, não demorou muito.

Na segunda parte, embora o Benfica tivesse sempre maior ascendente, o jogo foi mais repartido com o Oeiras a mostrar-se mais consistente no meio campo e mais atrevido no aspecto ofensivo resultando daí duas boas ocasiões para marcar; uma delas aos 60’ na cobrança de um livre perigoso e outra aos 68’ num lance de grande confusão junto à baliza encarnada. Pelo meio surgiu também uma boa oportunidade para o Benfica aumentar a vantagem quando Ricardo Campos desviou para a baliza adversária sendo a bola afastada quase sobre a linha fatal.

A equipa de arbitragem chefiada por João Marques (AF Setúbal) dirigiu o jogo sem qualquer tipo de problemas; ou seja, realizou um trabalho bastante positivo.


TREINADORES:

Luís Nascimento (Benfica): “Na 1.ª parte o Benfica controlou todos os momentos do jogo com jogadas fantásticas, uma boa circulação e várias oportunidades de golo. Na 2.ª parte o Oeiras arriscou mais, criou alguns problemas na nossa fase de construção e até poderia ter feito o 2-1. A atitude do adversário na parte final valorizou muito a nossa vitória”.


Roberto Rocha (Oeiras): “Jogámos de olhos nos olhos com um Benfica de alto nível. Creio que de certa forma surpreendemos o adversário mas não foi possível fazer melhor dado a elevada qualidade do seu plantel. Penso que deixámos aqui uma boa imagem. Agora vamos concentrar-nos no próximo jogo com o Sporting que pode decidir o segundo lugar”.


  
                        FICHA DO JOGO


2 BENFICA       
OEIRAS 0                              
Campo N.º 1 da Caixa Futebol Campus, no Seixal
Árbitro: João Marques (Setúbal)
Auxiliares: Rui Nunes e Micael Rechena
EQUIPAS
Tiago Silva
Filipe Campina
Luís Pinheiro
Guilherme Santos
Pedro Álvaro
João Serra
Gonçalo Loureiro
Francisco Guedes
Mamadou Koné
Nelson Baldé
João Fonseca
Pedro Aparício
Tiago Dantas
(Ricardo Matos, 70+1’)
Úmoro Embaló

Miguel Nóbrega
Hugo Araújo
Ricardo Campos
Bráulio Domingos
(Diogo Sousa, 65’)
  Diego Batista
 (Pedro Fonseca, 65’)
Luís Lopes
Mário Ferreira
Alexandre Santos
(Luca Carrese, 65’)
TREINADORES
Luís Nascimento
Roberto Rocha
Ao intervalo: 2-0
Marcador: 1-0, Pedro Álvaro (21’); 2-0, Miguel Nóbrega (32’).
Disciplina: cartão amarelo a Hugo Araújo (24’); Guilherme Santos (31’).








Share on Google Plus