AF SETÚBAL»» Época de 2013/14 termina com saldo positivo de 204 mil euros

Direcção investe na sede e na formação

ASSEMBLEIA-GERAL APROVOU RELATÓRIO E CONTAS

A Direcção da AF Setúbal apresentou resultados excepcionais e os clubes aclamaram por unanimidade. Os clubes formadores vão beneficiar dos ganhos obtidos. O presidente Joaquim Sousa Marques revelou que a AF Setúbal vai ser pioneira no lançamento de um novo cartão disciplinar para o futebol de 7.

A Assembleia-Geral Ordinária da Associação de Futebol de Setúbal, que teve na ordem de trabalhos a Análise, Discussão e Votação do Relatório e Contas da Gerência 2013/14 e Parecer do Conselho de Contas, e um segundo ponto reservado à discussão de Assuntos Diversos, realizada esta segunda-feira, à noite, na sede da instituição, reuniu uma dezena de filiados.

Os representantes de Charneca de Caparica, Sesimbra, Alfarim, Palmelense, Pinhalnovense, “Os Amarelos”, Olímpico do Montijo, Luso, Sonho XXI e o Núcleo de Árbitros do Barreiro, garantiram uma presença importante na reunião magna e aprovaram por unanimidade e aclamação as boas contas da instituição que no exercício referente à época anterior espelharam resultados excepcionais.

Depois de aprovada a acta da AG do Relatório e Contas 2012/13, a sessão, presidida pelo líder da Mesa da Assembleia-Geral, Francisco Cardoso, começou com a intervenção do presidente da Direcção Sousa Marques. O dirigente destacou diversas actividades que contaram com a intervenção directa da instituição ao longo do período de Junho de 2013 a Julho de 2014, nomeadamente o regresso dos cursos de treinadores, a co-organização do prestigiado torneio nacional inter-associações “Lopes da Silva”, o crescimento do número de atletas filiados, que se aproximam dos 10 mil, e aposta, cada vez mais, acertada com a realização dos encontros informais do futebol de base nos escalões de traquinas e petizes.

O dirigente não esqueceu outras parcerias de promoção à actividade desportiva e à formação, casos da colaboração com a Equipa do Desporto Escolar da Península de Setúbal, no âmbito da formação de árbitros para torneios de futsal, entidade que reconheceu a AF Setúbal como Parceiro do Ano.

Foi um vasto leque de actividades desenvolvidas para muitas das quais a nossa instituição não deixou de contar com o fundamental apoio das autarquias locais da nossa região.

A este recordar de acontecimentos significativos, Sousa Marques libertou a explicação da situação económica e financeira apurada para a intervenção do vice-presidente Financeiro, José Araújo.

AS CONTAS EXCEPCIONAIS

O dirigente associativo, responsável pela área financeira, não hesitou em começar a sua apresentação ao reconhecer que as contas reflectiram “resultados excepcionais”.

“O resultado apurado para a época 2013/14, positivo em 204 mil euros, resulta de eventos excepcionais que não sendo repetitivos permitiram um resultado francamente positivo. Para além dos acontecimentos excepcionais como a organização do torneio Lopes da Silva e a retoma da organização dos cursos, é também efeito da contenção de uma política de contenção de gastos operacionais”. Abordou no plano da situação económica.

No que respeita à vertente financeira, José Araújo, destacou um aumento do activo em cerca de 267 mil euros justificado, sobretudo pelos aumentos das disponibilidades de tesouraria, resultado dos acontecimentos excepcionais referidos e ainda um aumento das dívidas dos clubes que só a liquidez existente permitiu acomodar”.

DIRECÇÃO INVESTE NA SEDE E NA FORMAÇÃO

Todavia, nos factos mais relevantes demonstrados, e em função dos resultados, destacam-se a aprovação da Direcção em liquidar a totalidade da locação financeira relativa às fracções do imóvel da sede social qua ainda estavam por liquidar o que permite poupanças financeiras substanciais e que garantirá a autonomia total do prédio da propriedade da Associação.

Com base nos proveitos obtidos, a Direcção viu aprovadas duas medidas de particular importância, através das quais será aplicado o montante apurado.

Se por um lado, são 90 mil euros destinados ao reforço do Fundo Social e assim acomodar a locação financeira, os responsáveis da instituição vão canalizar 60 mil euros para serem atribuídos em benefício dos clubes formadores na época em curso (2014/15). Uma importante medida com vista a compensar os clubes que mais contribuem para o desenvolvimento do futebol, cujos métodos e critérios de aplicação serão decididos a breve prazo pela Direcção.

Depois de lido o Parecer do Conselho de Contas, pelo presidente do órgão, António Monteiro, os representantes dos clubes não hesitaram em aprovar as boas contas associativas por unanimidade e aclamação. Atitude elogiada pelo líder da Mesa da AG, ainda debaixo dos aplausos manifestados pelos dirigentes dos emblemas filiados.

CLUBES LEVANTARAM QUESTÕES IMPORTANTES

No tempo reservado à discussão dos Assuntos Diversos, os clubes não deixaram de intervir com questões dirigidas à Direcção. Temas ligados ao policiamento nos recintos desportivos, seguros desportivos e alterações em algumas competições foram levantados e devidamente respondidos pelo presidente Sousa Marques, que reconheceu a importância das questões focadas.

CARTÃO FAIR-PLAY VAI ESTREAR-SE NA AF SETÚBAL

Entretanto, já na recta final da sessão, o presidente da Direcção anunciou que a instituição vai introduzir um terceiro cartão disciplinar ainda esta época. “Será uma experiência a nível nacional, a dinamizar durante as fases finais do Futebol 7 da temporada em curso. Os árbitros além dos tradicionais cartões amarelo e vermelho vão juntar um outro denominado fair-play”.

O novo cartão fair-play, que surge numa parceria com o Plano Nacional da Ética no Desporto, com a colaboração da APAF e CAJAP, visa incentivar o bom comportamento dos atletas desde os escalões mais jovens. “Ao contrário da aplicação dos outros cartões, o fair-play será uma decisão pela positiva”. Os regulamentos finais desta novidade estão a ser ultimados, mas é certo que vai haver a atribuição de troféus para as equipas que somem mais cartões fair-play.

No remate final, Sousa Marques congratulou-se com a participação importante dos clubes e com forma elevada com que decorreram os trabalhos e disse que o futebol da região saiu mais fortalecido. Elogios reiterados pelo líder da AG, que viu a Mesa ser reconhecida com um voto de confiança.

Recorde-se que AF Setúbal é a maior associação desportiva da região. Conta com 113 clubes e três núcleos de árbitros filiados. Na última época inscreveu mais de nove mil atletas, nas modalidades de futebol, futsal e futebol de praia.

Fonte: Notícias AFS
Share on Google Plus