2.ª DIVISÃO DISTRITAL»» Moitense 2 Alcacerense 3

Moitense chegou a estar em vantagem…

Vitória alcacerense coroada com um golo espectacular de Gregory


O Moitense mesmo a jogar em casa não conseguiu evitar a derrota na partida que disputou com o Atlético Alcacerense e em consequência disso baixou para o penúltimo lugar da tabela classificativa. Em 12 pontos possíveis a equipa de Nuno Paulino conquistou apenas quatro sendo três deles alcançados na vitória obtida sobre o líder [Vasco da Gama] logo na jornada de abertura. Depois seguiu-se um empate em Paio Pires e de então para cá duas derrotas e ambas em casa, o que não é nada bom.

O Atlético Alcacerense que esta época regressou com o futebol sénior sob o comando técnico de Sandro Mendes obteve a sua segunda vitória no campeonato e subiu ao quarto lugar da tabela classificativa com 7 pontos, tantos quanto tem o Paio Pires que se encontra na terceira posição, menos dois que a dupla constituída por Vasco da Gama e Pescadores que lideram a competição. Sendo uma equipa nova ainda em fase de construção, merece aqui uma referência especial.

Em relação ao jogo, quem começou melhor foi o Moitense que se adiantou no marcador por volta dos dez minutos de jogo com um auto golo. O Alcacerense reagiu e empatou por Machado aos 25’ e mesmo à beira do intervalo (42’) passou para a frente do marcador. Na segunda parte o Moitense correu em busca do prejuízo e empatou a partida aos 63 minutos com um golo e passado pouco tempo ficou em superioridade numérica devido à expulsão de um jogador da equipa adversária mas não só conseguiu tirar partido disso como acabou por ser penalizado com a derrota devido a um lance infeliz do guarda-redes Chusso que proporcionou a Gregory um golo de se lhe tirar o chapéu.

Na próxima jornada o Moitense desloca-se a casa de um dos líderes, mais precisamente ao campo dos Pescadores e o Atlético Alcacerense recebe o outro comandante, o Vasco da Gama de Sines. Quer isto dizer que tanto um como o outro vão ter tarefa complicada.


A OPINIÃO DOS TREINADORES

NUNO PAULINO, treinador do Moitense:

“O jogo teve pelo menos 70 minutos de sentido único a nosso favor”

“O resultado é injusto tendo em conta o que se passou em campo. Entrámos muito bem no jogo a pressionar alto e dispusemos de várias oportunidades durante a primeira parte. Chegámos ao golo perto dos 10 minutos, tivemos mais oportunidades para marcar mas o Alcacerense na primeira vez que vai à frente com relativo perigo num lance de contra-ataque faz o empate. Nós quebrámos um pouco em termos psicológicos, o Alcacerense cresceu um pouco, equilibrou o jogo nos últimos 15 minutos, e acabou por fazerr o seu segundo golo ainda antes do intervalo. Na segunda parte voltámos a jogar no meio campo deles criando várias situações de golo, a maior parte das quais anuladas pelo assistente que estava sempre com a bandeirola levantada. E, depois no contra-ataque numa falha do nosso guarda-redes eles fizeram o 3-2 num belo golo e acabaram por ganhar um jogo que teve pelo menos 70 minutos de sentido único a nosso favor. O árbitro teve uma estreia negativa como árbitro principal num jogo de seniores. Portanto os factores determinantes do jogo foram a falta de eficácia da minha equipa, muita eficácia do adversário e uma arbitragem completamente disparatada”.


SANDRO MENDES, treinador do Alcacerense:

“O Alcacerense acabou por vencer e bem”

“O Moitense adaptou-se melhor às condições do campo, entrou melhor no jogo e com naturalidade chegou ao golo, que acabou por ser o nosso despertar. Começámos a entender as exigências do próprio jogo, assumimos o comando, desenvolvemos algumas boas jogadas que resultaram em oportunidades e estiveram na origem do empate e até ao final da primeira parte julgo que fomos superiores. Conseguimos fazer o 2-1 numa bola parada e com toda a justiça chegámos ao intervalo a vencer. Na segunda parte voltámos a não entrar bem e o Moitense através de futebol directo conseguiu fazer o 2-2. O jogo estava a ser bem disputado e com muita entrega dos jogadores de ambas as equipas. Tivemos a infelicidade de ter ficado com um jogador a menos, por duplo amarelo, mas a equipa manteve-se unida e acabámos por fazer o 3-2 num momento de inspiração do Gregory que marcou quase do meio campo. Portanto, o Alcacerense acabou por vencer e bem”.


FICHA DO JOGO

Jogo no Campo “Juncal Desportos”, na Moita
ÁRBITRO: André Guerreiro (Núcleo do Barreiro)

MOITENSE: Chusso; Félix, Gonzaga, Espada, Rebola (Parafuso, 45’); Lobo (Valente, 67’), Diogo Ribeiro, Pipo; Tarik (Ricardo, 60’), Ruben (Joel, 72’) e Gonçalo.
TREINADOR: Nuno Paulino

ALCACERENSE: Alexandre; Bruno, Nuno Trindade, Gaio, Matias; Carlos, Mosca, Nelson; Machado (Dani, 65’), João (Mendi, 45’ e Gregory, 72’) e Bitó (Xavier, 45’).
TREINADOR: Sandro Mendes

Ao intervalo: 1-2
Marcadores: 1-0, auto golo (10’); 1-1, Machado (25’); 1-2, Nuno Trindade (42’); 2-2, Ricardo (63’); 2-3, Gregory (80’).
Disciplina: Nelson foi expulso por acumulação aos 68 minutos.
Share on Google Plus