ATLETISMO»» Atleta da região nos jogos Olímpicos - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

quinta-feira, 11 de março de 2021

ATLETISMO»» Atleta da região nos jogos Olímpicos

 


No passado fim-de-semana bateu o recorde nacional…



LILIANA CÁ OBTÉM APURAMENTO DIRECTO NO LANÇAMENTO DO DISCO

 


Representa actualmente o Novas Luzes (Bobadela) mas nasceu no Barreiro e começou no CA Vale da Amoreira e GR Quinta da Lomba.

 


A atleta Liliana Cá, nascida no Barreiro, em 1986, que começou a dar os primeiros passos na modalidade no CA Vale da Amoreira e depois do GR Quinta da Lomba, obteve a qualificação directa para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020, ao efectuar 65,10 metros no lançamento do disco, durante os campeonatos nacionais de lançamentos, que decorreram em Vagos, Aveiro.


 

A marca de Liliana Cá deixou-a apenas a 30 centímetros do recorde de Portugal, que pertencia desde 1988 a Teresa Machado mas que foi batido no passado domingo, precisamente por Liliana Cá que lançou o disco a 66,40 metros, em Leiria, durante as provas de observação de lançamentos.



 

Liliana Cá representou também o Sporting, esteve um ano em Inglaterra, ingressou no Benfica e encontra-se desde 2017 na Associação Desportiva Novas Luzes (Bobadela).


Liliana Cá começou por se dedicar às provas de estrada e ao corta-mato, aos 13 anos experimentou os lançamentos e veio a especializar-se no Disco, batendo por duas vezes o recorde nacional juvenil, em 2003.


No ano seguinte esteve presente nos mundiais de juniores, em Itália, transferindo-se depois para o Sporting onde melhorou por três vezes o record nacional júnior e conquistou a medalha de prata no Campeonato da Europa de Juniores.


Mais tarde (2007) ganhou a medalha de bronze na Taça da Europa de Lançamentos, na Ucrânia e após o abandono de Teresa Machado e o aparecimento de Irina Rodrigues, dominou o lançamento do disco no nosso país, sagrando-se campeã de Portugal, em 2009 e 2010.


Depois de ter feito uma paragem para ser mãe, esteve uma época em Inglaterra e, no final dessa época passou a ser atleta do Benfica, mas a partir de 2017 passou a representar o Novas Luzes.



A atleta representou Portugal em duas edições da Taça da Europa, esteve presente nos Campeonatos Ibero Americanos e participou em cinco Taças da Europa de Lançamentos.


Em 2018 voltou a participar nos Campeonatos da Europa de Atletismo, em Berlim, onde conseguiu um excelente 7.º lugar e em 2020 voltou a ser campeã de Portugal.


 

Bate record nacional de 1998

 

“Sabia que estava bem e que seria possível bater o recorde nacional, mas não esperava chegar aos 66 metros”, disse a atleta, em declarações à assessoria de imprensa da Federação Portuguesa de Atletismo, referindo que está “feliz e satisfeita” com o resultado.

 

Com o foco apontado aos Jogos Olímpicos, a atleta natural do Barreiro, espera que até lá possa “ainda alcançar uma marca um pouco melhor, para conseguir chegar à final”.

 

loading...

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here