FUTEBOL DISTRITAL»» Ponto da situação nas diversas Associações Distritais - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

terça-feira, 30 de março de 2021

FUTEBOL DISTRITAL»» Ponto da situação nas diversas Associações Distritais

 


10 associações vão retomar, três põem um ponto final e cinco ainda ponderam…


 

MAIORIA DAS PROVAS DISTRITAIS REGRESSAM À COMPETIÇÃO

 

 

 


O nosso jornal tem vindo a dar conta daquilo que as várias associações distritais têm decidido sobre a retoma das competições.

 

Hoje, damos conta da informação publicada no “Jornal de Notícias” sobre o ponto da situação a nível nacional.


 

Após uma paragem de dois meses e meio, a partir de maio regressam as competições distritais e dez associações de futebol, a maioria no mapa continental, está a planear terminar as provas dentro de campo, mesmo que tenham de reformular os formatos dos campeonatos para conseguirem completá-los antes do final da época, a 30 de Junho.

 

 


Em Castelo Branco, Portalegre e Évora, o campeonato distrital só regressa na próxima época.

 

 

Ao que o JN apurou, a opinião dos clubes foi preponderante na grande parte das decisões e a vontade de jogar pesou muito para as associações de Aveiro, Beja, Braga, Coimbra, Guarda, Leiria, Lisboa, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu validarem o regresso da competição.

 

 

Por outro lado, Algarve, Bragança, Porto, Santarém e Setúbal ainda avaliam a possibilidade de retomarem os campeonatos, depois de ouvirem os clubes filiados.

 

 

A AF Leiria, por exemplo, vai concluir a primeira volta dos  campeonatos, daí resultando os clubes promovidos e os despromovidos, com a particularidade de suportar as taxas de jogo.

 

 

O presidente, Manuel Nunes, deixa ainda uma ressalva importante: “Sem recomeço, a vida dos clubes começa a ficar cada vez mais complicada. Além disso também teremos de recuperar os árbitros e isto tudo é uma máquina pesada de reiniciar”.

 

 

Por outro caminho vão seguir Castelo Branco, Portalegre e Évora, todos a favor de dar por concluídos os campeonatos do distrito, seguindo a vontade dos clubes.

 

 


No entanto, a AF Évora vai realizar uma prova extra facultativa só para definir a segunda vaga que dá acesso à Taça de Portugal “O número de jogos em falta para o final da primeira volta é muito reduzido para tentar concluir o campeonato”, explicou António Pereira, presidente da AF Évora.

 

 

Enquanto uns já sabem o rumo a tomar, há cinco associações que ainda estudam a possibilidade de retomarem os campeonatos. José Manuel Neves, presidente da AF Porto, defende a “necessidade de tempo para maturar na decisão final”.

 

 

Nas ilhas, o panorama é diferente, porque a pandemia teve um impacto menor na população local. Nos Açores, as ligas decorreram com alguma normalidade, o que os campeonatos cheguem ao fim. Na Madeira, a associação espera por uma decisão do governo regional, mas, segundo apurou o JN, está preparada para iniciar.






















loading...

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here