TAÇA DE PORTUGAL»» GRAP 1 Cova da Piedade 4 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

domingo, 11 de outubro de 2020

TAÇA DE PORTUGAL»» GRAP 1 Cova da Piedade 4

 

Fracturou a tíbia e o perónio…

 

TRIUNFO PIEDENSE MANCHADO PELA LESÃO GRAVÍSSIMA DE EDINHO

 

 

No hospital da Universidade de Coimbra foi confirmado o pior cenário: fracturou de tíbia e o perónio. Terá, no mínimo, oito meses para efectuar a recuperação

 

 


O Cova da Piedade garantiu este domingo o apuramento para a terceira eliminatória da Taça de Portugal, derrotando o GRAP por 4-1, num jogo que Edinho resolveu com dois golos, mas saiu lesionado com bastante gravidade.


 

O internacional português, de 38 anos, foi determinante para a qualificação do Cova da Piedade, marcando os dois primeiros golos, mas terminou o jogo de forma dramática, após um choque e foi transportado de ambulância até ao hospital. Segundo o treinador António Pereira, a lesão na perna esquerda poderá ditar o fim da carreira.

 

Nos Pousos, concelho de Leiria, a equipa da Segunda Liga fez valer os créditos frente ao último classificado da Série E do Campeonato de Portugal. Sentiu, contudo, dificuldades e teve de esperar pelo sentido de oportunidade de Edinho.

 

As duas equipas estão a começar mal os campeonatos -- vinham de duas derrotas consecutivas --, mas, mesmo nas últimas posições da Segunda Liga e trocando sete jogadores relativamente à partida anterior, o Cova da Piedade mostrou-se superior desde o início: Miguel Rosa quase inaugurou o marcador aos 3 minutos, com um remate perigoso por cima, e Edinho, aos 6 minutos, também falhou o alvo por pouco. 

 


A equipa de António Pereira parecia decidida a resolver cedo a eliminatória frente ao último classificado da série E do Campeonato de Portugal, mas o GRAP fechou-se e recuou muito, criando uma muralha à frente da baliza.

 

O conjunto da casa só ultrapassou o meio campo praticamente aos 20 minutos, mas quase marcou, numa falha de Bruno Bernardo que deixou Vareta isolado. Valeu a saída rápida do guardião Iuri Miguel. 

 

Circulando a bola entre Pepo, Miguel Rosa, João Patrão e Gonçalo Maria, os forasteiros tentavam furar, mas ninguém descobria forma de servir Edinho. Contudo, sempre que a equipa dos Pousos arriscava um pouco, abria espaços e o Cova da Piedade criava perigo. Aos 34 minutos, Miguel Rosa cabeceou à figura do guarda-redes em boa posição e aos 50 foi Edinho a desviar para a barra.

 

 

 

 

A defesa dos Pousos mostrava insegurança quando o jogo acelerava e o golo acabou por surgir dessa forma, aos 52 minutos: cruzamento da esquerda de Gonçalo Maria e Edinho aproveitou a hesitação da defesa e guarda-redes para fazer o 1-0 com um toque de cabeça.

 


O GRAP tentou reagir, mas foi o Cova da Piedade que tornou a marcar. Novo cruzamento da esquerda e Edinho elevou para 2-0 aos 65 minutos, novamente de cabeça.

 

A tarde parecia de glória para Edinho: aos 76 minutos, o avançado preparava-se para fazer o 'hat-trick' de grande penalidade, mas Ângelo Martins defendeu e, na recarga, o choque entre ambos provocou fractura da tíbia e perónio ao internacional português, que saiu do campo de ambulância.

 

Com a história do jogo marcada pelo momento dramático, o Cova da Piedade, reforçou o apuramento para a próxima eliminatória com mais dois golos, por Gonçalo Maria, reduzindo o GRAP por intermédio de Daniel Pinto.

 

Após o final, o ambiente ainda aqueceu, com desacatos no balneário do GRAP que levaram à intervenção da polícia. Fonte da PSP avançou que, na sequência da ocorrência, foram identificados o presidente e o treinador da equipa da casa.

 

 

 

 

Jogo no Campo da Charneca, Pousos, Leiria.

ÁRBITRO: João Bento (Santarém).

 

 



GRAP:
Ângelo Martins; Yago, Chico, Capão, Denilson; Carlos Branco, Bacar Sanhá (Filipe Moreira, 68’), Pedro Lima; Marcos Vareta (Ronaldo, 84’), Vítor Pedro e Luisinho (Daniel Pinto, 74’).


Treinador: Ricardo Monsanto.

 

COVA DA PIEDADE: Iuri Miguel; João Amorim, Zarabi, Bruno Bernardo, Filipe Maio; Thabo Cele, Miguel Rosa, Pepo; João Patrão, Gonçalo Maria e Edinho (Arnold Nkufo, 86’).

Treinador: António Pereira.

 

Ao intervalo: 0-0.

 

Marcadores: 0-1, Edinho (52’); 0-2, Edinho (65’); 0-3, Gonçalo Maria (90+4’); 0-4, Gonçalo Maria (90+8’); 1-4, Daniel Pinto (90+10’)

 

 

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Bacar Sanhá (27’), Edinho (43’) Zarabi (45+3’) e Denilson (76’).

 

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here