TAÇA DE PORTUGAL»» Tirsense 2 Olímpico do Montijo 3 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

TAÇA DE PORTUGAL»» Tirsense 2 Olímpico do Montijo 3

Diogo Santos bisou de penalti …

 

MONTIJENSES LEVAVAM A LIÇÃO BEM ESTUDADA E FORAM APROVADOS COM DISTINÇÃO

 

Permitiram que o adversário tivesse mais posse de bola e que exercesse um domínio algo consentido. Depois deram o golpe em jogadas de contra-ataque. Patchu Monteiro foi um quebra-cabeças para o adversário 

 

 


O Olímpico do Montijo foi ganhar a Santo Tirso (3-2) e com a vitória obtida garantiu a passagem à 3.ª eliminatória da Taça de Portugal que será sorteada amanhã, pelas 17h 30m, na Cidade do Futebol.



O Tirsense, que havia ganho na Madeira ao União por 5-0 na eliminatória anterior, era considerado favorito nesta partida mas o Olímpico do Montijo levava a lição bem estudada e acabou por ser feliz.



A equipa da casa começou o jogo ao ataque e na primeira abordagem à baliza montijense criou perigo mas na resposta Patchu Monteiro lançado em profundidade entra na área e é derrubado. O árbitro assinala grande penalidade e Diogo Santos aproveitou para inaugurar o marcador quando estavam decorridos apenas três minutos.



O Tirsense reagiu e aos 14 minutos estabeleceu a igualdade por intermédio de João Martins. O Olímpico e manteve-se sempre firme apesar do adversário ter mais posse de bola e jogar com um pendor bem mais ofensivo.



As equipas foram para o intervalo empatadas a uma bola e no regresso as características do jogo mantiveram-se com o Tirsense a insistir no ataque mas quem voltou a marcar foi o Olímpico na sequência de uma rápida jogada de contra-ataque finalizada com êxito por Patchu Monteiro (59’), que foi um autêntico quebra-cabeças para os homens de Santo Tirso.


Insatisfeito com o resultado, o Tirsense foi insistindo no ataque e acabou por igualar com novo golo de João Martins (66’), que deixou tudo em aberto.


Ambas as equipas procuravam então chegar à vitória que sorriu para o Olímpico do Montijo na conversão de outra grande penalidade, a punir mão de um adversário na área, por Diogo Santos, aos 74 minutos.


Na parte final do jogo a pressão do Tirsense foi intensa mas os montijenses revelando um grande espírito de entreajuda entre todos os sectores acabaram por aguentar e festejar assim a passagem à próxima eliminatória da prova rainha que conta já com a participação das equipas da I Liga.


COMITIVA FOI RECEBIDA ASSIM À CHEGADA AO MONTIJO...

 

 

FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio Abel Alves de Figueiredo, em Santo Tirso

ÁRBITRO: António Moreira (Vila Real)



TIRSENSE: Vasco; Pedro Queirós, João Pedro, Tiago Graça, João Carvalho (Tomás Mota, 88'); Tiago Silva, Tiago Moura (Diogo Cardoso, 77'), Dennis; Kakra (Sérgio Cardoso, 60'), Pedro Garcia (Ben, 60') e João Martins.

Treinador: Tonau

 



OLÍMPICO: João Ascenso; Bruno Saraiva, Rodrigo Antunes, Miguel Ângelo, Raul Avinte; Alexandre Sousa, Diogo Santos, Diogo Lobo (Silla, 64'); Lucas Souza (Victor Veloso, 64'), Patchu Monteiro e Tiago Nunes.

 

Treinador: Rui Narciso


Ao Intervalo: 1-1


Marcadores: 0-1, Diogo Santos (3’) gp; 1-1, João Martins (14’); 1-2, Patchu Monteiro (59’); 2-2, João Martins (66’); 2-2, Diogo Santos (74’) gp.


Disciplina: cartão amarelo para João Pedro (2' e 87'), Tiago Nunes (18'), Rodrigo Antunes (50'), Diogo Santos (50'), Alexandre Sousa (68'), Joao Carvalho (72'), João Ascenso (80'), Diogo Cardoso (85'), Miguel Ângelo (90+1'), Tiago Silva (90+3'). Cartão vermelho a João Pedro (87’) 


loading...

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here