DESPORTIVO FABRIL»» Previsão sobre o jogo da Taça em Sernache - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

quinta-feira, 8 de outubro de 2020

DESPORTIVO FABRIL»» Previsão sobre o jogo da Taça em Sernache

 

João Miguel Parreira está optimista…

 

“VAMOS COMPETIR PELA VITÓRIA, NÃO EXISTE OUTRA FORMA DE PENSAR NESTE CLUBE”

 

O adversário é de respeito porque lidera a sua série no campeonato só com vitórias mas no Fabril também há ambição e muita vontade de ganhar.

 

 


O Grupo Desportivo Fabril, que no passado domingo conquistou o seu primeiro ponto no Campeonato de Portugal, no jogo que disputou com o Oriental, prepara-se agora para o confronto com o Vitória de Sernache, a contar para a segunda eliminatória da Taça de Portugal.
O Grupo Desportivo Fabril, que no passado domingo conquistou o seu primeiro ponto no Campeonato de Portugal, no jogo que disputou com o Oriental, prepara-se agora para o confronto com o Vitória de Sernache, a contar para a segunda eliminatória da Taça de Portugal.



A equipa tem vindo a praticar bom futebol e a dar muito boa conta de si mas o jogo realiza-se em casa do adversário que é do mesmo campeonato, quer isto dizer que a tarefa não vai ser fácil mas também não é impossível. Aliás, o treinador João Miguel Parreira continua com o feeling que o Fabril tem capacidade para competir seja contra quem for e adianta que para seguir em frente é preciso marcar golos.


Em conversa com o nosso jornal o treinador da equipa do Lavradio abordou o jogo com o Oriental e deixou as suas perspectivas para o próximo compromisso, que tem características diferentes por se tratar de um jogo a eliminar.


O Fabril conquistou o seu primeiro ponto no Campeonato de Portugal. Considera que o empate foi o resultado mais justo?

O futebol não se gere pela justiça ou injustiça mas sim pela eficácia. O adversário rematou duas vezes e faz dois golos. Nós necessitámos de criar imensas oportunidades para conseguir igualar o rendimento ofensivo do adversário. Temos que ser eficazes para ganhar jogos, marcar golos. Não podemos interpretar o jogo de outra forma.


 

Foi um jogo com algumas peripécias e uma boa recuperação da equipa?

Peripécias à parte, conseguimos mostrar que queremos praticar um bom futebol, tudo o resto faz parte do jogo. Temos que saber viver com isso, focados no nosso jogo e naquilo que podemos controlar. O adversário faz dois golos na primeira parte e nós fazemos dois na segunda. Estamos orgulhosos mas desiludidos com o resultado, temos que dar ainda mais para conseguirmos os resultados que pretendemos. Estes jogadores querem bem mais.

 

Segue-se agora o jogo da Taça em casa de um adversário do mesmo campeonato. Quais são as perspectivas?

Em sorte calhou-nos o Vitória de Sernache, que está a fazer um início de época fantástico. Uma equipa jovem, com qualidade e bastante ofensiva. Temos que respeitar o adversário, como temos feito até ao momento, mas vamos para competir pela vitória, não existe outra forma de pensar neste clube. Após 3 jogos oficiais, continuamos com o feeling que podemos competir com qualquer equipa. Temos que marcar golos se queremos passar, esse será o nosso grande foco, tudo o resto está fora do nosso controlo.

 

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here