SESIMBRA»» Pedro Amora e o jogo da Taça de Portugal - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

quarta-feira, 7 de outubro de 2020

SESIMBRA»» Pedro Amora e o jogo da Taça de Portugal

 

Oliveirense é favorito, mas…


“A EQUIPA ESTÁ FOCADA EM FAZER UM BOM JOGO NA TENTATIVA DE SURPREENDER”

 

Treinador da equipa reconhece que à partida as expectativas não podem ser muitas mas revela que também tem ambição

 


Equipa técnica do GD Sesimbra
O Grupo Desportivo de Sesimbra recebe no próximo domingo, às 15 horas, no Estádio Vila Amália, a União Oliveirense em jogo a contar para a segunda eliminatória da Taça de Portugal.


A equipa sesimbrense, que ficou isenta na primeira eliminatória, vai agora defrontar um adversário que disputa uma competição profissional, a II Liga. Este encontro, que assinala o regresso do clube à prova rainha do futebol português, depois de alguns anos de ausência, está a ser aguardado com grande expectativa porque os sesimbrenses acreditam que podem fazer boa figura e bater o pé ao seu adversário que ainda no passado domingo perdeu em casa com o Casa Pia, em jogo relativo à 5.ª jornada da II Liga.


A poucos dias do encontro, o nosso jornal foi apalpar o pulso ao treinador Pedro Amora que apesar de algumas condicionantes se mostra confiante na capacidade dos seus jogadores.


 

 

Como está o GD Sesimbra a encarar o jogo da Taça de Portugal com a U. Oliveirense?

Sinto a equipa bastante motivada em dar uma boa imagem e ao mesmo tempo muito tranquila. É um jogo em que, se formos realistas, à partida as expectativas não podem ser muitas, vamos defrontar uma equipa profissional, com outros argumentos e que já leva alguns jogos oficiais, logo, iremos encontrar uma realidade que não é a nossa. Ainda assim, mesmo não tendo "grande" responsabilidade, a equipa está focada em fazer um bom jogo, na tentativa de surpreender.

 

 


Estes jogos da taça têm características diferentes e às vezes as surpresas acontecem. É nisso que o Sesimbra vai apostar?

Vamos tentar fazer o nosso jogo, mas logicamente que a estratégia passa por adiar o mais possível o golo adversário, jogando com o bloco baixo e tentando surpreender em transições rápidas e bolas paradas. Com isto não quero dizer que não temos ambições, a nossa equipa também tem muita qualidade, jogamos em casa e é um jogo da Taça Portugal, neste sentido, temos que pensar que se formos rigorosos em todos os aspectos, tudo pode acontecer. É pena estarmos nesta altura com uma pandemia porque seria importante devolver um bocadinho do ambiente de outros tempos a Sesimbra e muito importante ter o apoio dos Sesimbrenses na bancada, mas infelizmente isso não é possível, para já. 


 

 

O facto de este ser o primeiro jogo oficial pode trazer algumas consequências negativas para o Sesimbra, tendo em conta que o adversário já tem cinco jogos realizados na II Liga?

Logicamente que sim, com todas as diferenças existentes entre as equipas e ainda com mais esta condicionante do ritmo competitivo, o nosso trabalho fica mais complicado. Mas, tal como disse antes, entraremos em campo com alguma percentagem de êxito e vamo-nos agarrar a essa percentagem com unhas e dentes e no fim logo se verá. 


 

A pandemia tem afectado de alguma forma a preparação da equipa?

Muito, não é nada fácil preparar uma equipa nestas condições. Temos o factor saúde, onde temos implementado uma serie de medidas nos treinos, aliado ao motivacional… como se consegue treinar uma equipa para uma competição não sabendo se começa, quando começa ou, começando, em que moldes. 

 

Pelos vistos estão todos desejosos que comece …

Sim, tal como disse não é fácil motivar a equipa para treinar não sabendo nada/muito pouco sobre o que vai acontecer. Temos algumas associações que já começaram e estamos desejosos que a nossa comece também, até porque há muitas equipas a treinar e a fazer jogos de treino entre si dentro da nossa associação. 

 

Como se perspectiva a competição. Provavelmente diferente do que tem sido habitual…

Diferente será certamente, desde logo a certeza de não haver taça da AFS. Já ouvi também que o campeonato será em moldes diferentes e, se assim for, acaba por desvirtuar um pouco o campeonato, dependendo sempre, em muito, da sorte do sorteio. 

O que apelo é que sejam quais forem as decisões que se vão tomar, que sejam o mais breves possível para conseguimos programar a época.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here