AMORA 2 PÊRO PINHEIRO 0 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

domingo, 18 de novembro de 2012

AMORA 2 PÊRO PINHEIRO 0

CAMPEONATO NACIONAL DA 3.ª DIVISÃO – SÉRIE E

Foi melhor o resultado que a exibição

O Amora derrotou o Pêro Pinheiro, por 2-0, no jogo que faltava para concluir a 8.ª jornada da Série E do Campeonato Nacional da 3.ª Divisão e, com os três pontos conquistados, ascendeu ao 8.º lugar da tabela classificativa, ficando agora a apenas três pontos do Barreirense e do Tires. 

No que respeita ao jogo pode dizer-se que, para o Amora, foi melhor o resultado que a exibição. As péssimas condições do relvado não ajudaram é certo mas os jogadores de ambas as equipas tinham a obrigação de fazer muito melhor do que fizeram, sobretudo na primeira parte, período em que a bola foi muito mal tratada, com o jogo a decorrer de forma muito atabalhoada e constantemente pelo ar.

O Amora entrou de rompante e logo no primeiro minuto poderia ter chegado ao golo por Carlitos que atirou para um corte despropositado de um defensor da equipa adversária que quase marcava na sua própria baliza, seguiram-se três cantos consecutivos mas a partir daí o Amora eclipsou-se e até ao intervalo valeu a atenção e aplicação de Didó que por duas vezes evitou o golo do Pêro Pinheiro.

Na segunda parte, a equipa adversária entrou melhor no jogo e aos 52m só não se colocou em vantagem porque Tó conseguiu evitar, mesmo junto ao poste direito da sua baliza. Passado pouco tempo, o Amora fez entrar o jovem José João que veio dar mais consistência à equipa e aos 70 minutos colocou-se em vantagem com um excelente golo marcado de cabeça por Carlitos, após cruzamento de Lorete. O Pêro Pinheiro mexeu na equipa na tentativa de poder chegar ao empate mas quem ficou a lucrar com isso foi o Amora que num lance rápido de contra-ataque chegou ao 2-0, por intermédio de Ju.

No final do jogo, Semedo e Queijo, jogadores do Amora foram submetidos ao controle anti-doping que apareceu de surpresa no Estádio da Medideira.


 A OPINIÃO DO TREINADOR:

 “Foi uma vitória importante para o grupo e para o futuro”

No final do jogo o treinador José Meireles embora reconhecendo o mau espectáculo não escondia a sua satisfação pelos três pontos conquistados: “Estamos todos muito satisfeitos porque conseguimos a nossa primeira vitória em casa perante os nossos adeptos e a segunda consecutiva. Tenho a noção que os primeiros 45 minutos foram muito maus, com um futebol mal jogado num péssimo terreno. Penso que sentimos mais nós o estado do terreno que propriamente o nosso adversário pois eles privilegiaram o futebol directo enquanto nós tentámos colocar a bola no chão. Durante o intervalo tentámos corrigir o que estava mal, mas a realidade é que até à entrada do José João as coisas não mudaram e foi exactamente o miúdo que veio explicar aos mais velhos como se tinha que jogar. Após a entrada do Zé as coisas melhoraram muito e o golo apareceu numa excelente jogada pelo corredor direito com uma finalização primorosa de Carlitos ao primeiro poste. O Pêro Pinheiro foi à procura da igualdade que acabou por não surgir devido à acção de Didó que esteve soberbo mas a equipa do Amora soltou-se mais e acabou por obter o golo da tranquilidade num contra ataque rápido em que Ju diante do guarda-redes contrário não teve dificuldade em desfeiteá-lo. Resultado, foi um mau jogo de futebol mas uma vitória importante para o grupo e para o futuro”.

FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio da Medideira, em Amora
ÁRBITRO: João Roque (Portalegre), auxiliado por Paulo Carrilho e Manuel Anselmo.

AMORA: Didó; Lorete, Tó, Alex, Barata; Sampaio, Semedo, Rodinhas (Pedro Martins, 89’) e Iny (José João, 58’); Carlitos e Ju (Tiago Lacão, 90’).
TREINADOR: José Meireles

PÊRO PINHEIRO: Adi; Maruca, Dani, César (Dery, 80’), Luís Vaz; Saramago, Kiko (Tununo, 71’), Maniche; Diogo (Mauro, 75’), Graça e Abiud.
TREINADOR: Hélder Pereira

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: 1-0, Carlitos (70’); 2-0, Ju (83’)
Disciplina: Cartão amarelo para Maruca (20’)

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here