BEIRA MAR DE ALMADA ESTEVE COM A PONTARIA DESAFINADA

PALMELENSE 2 BEIRA MAR DE ALMADA 1

 Nem sempre ganha quem melhor joga

O futebol tem destas coisas, nem sempre ganha quem melhor joga e quem mais oportunidade de golo cria. Foi o que aconteceu em Palmela, onde a equipa local esteve menos bem que a equipa almadense mas acabou por ganhar.

O Beira Mar de Almada dominou o jogo de forma sistemática mas acabou por sair derrotado devido sobretudo à falta de eficácia dos seus jogadores que estavam completamente em dia não, errando constantemente os últimos passes. Com tão poucas oportunidades de golo só mesmo de penalty a equipa de Palmela conseguiria chegar ao golo que lhe daria vantagem ao intervalo. Paulo Pereira foi o jogador que terá cometido a falta quando decorria já o minuto 45+3’, o jogador almadense mete o pé à bola e, já em queda, esta toca-lhe na perna, ressaltando-lhe para a mão, tendo o árbitro assinalado a irregularidade.

Na segunda parte, a equipa de Palmela aumenta para 2-0 aproveitando um erro defensivo do Beira Mar e a partir daí foi só defender. Quando decorria já o período de compensação Ruben Braga, que havia entrado para o lugar de Pipo, reduziu para 2-1, que viria ser o resultado final. A vitória da equipa de Palmela aconteceu mais por demérito do Beira Mar que por mérito do Palmelense.

 FICHA DO JOGO

Jogo no Complexo Desportivo Municipal, em Palmela

ÁRBITRO: José Palma (Setúbal)

BEIRA MAR DE ALMADA: Palas; Jonas, Augusto, Gonçalo (Vando, 85’, Barral; Paulo Pereira, Feiteira (João Oliveira, 65’), Bacar, David; Ivo e Pipo (Ruben Braga, 60’)
TREINADOR: João Luís

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: 1-0, aos 45+3’ gp; 2-0, aos 48’; 2-1, por Ruben Braga (90+2’).
Share on Google Plus