BEIRA MAR ALMADA 3 PAIO PIRES 2 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

BEIRA MAR ALMADA 3 PAIO PIRES 2

Estrelinha da sorte brilhou à Beira Mar

Paulo Pereira, com um golo marcado já em período de compensação, num lance onde ficou bem patente a sua classe e ao mesmo tempo alguma ingenuidade dos jogadores da equipa adversária deu a vitória ao Beira Mar de Almada numa partida em que as coisas não terão começado nada bem para a sua equipa.

Com efeito, quem entrou melhor no jogo foi o Paio Pires que poderia ter aberto o activo logo aos 4 minutos por intermédio do guarda-redes Paulo Silva que com um pontapé longo obrigou o guarda-redes adversário, Palas, a fazer uma boa defesa. Embalado por este lance, no minuto seguinte, o Paio Pires acabou mesmo por chegar ao golo por Nelson Costa na cobrança de uma grande penalidade indiscutível onde o árbitro terá poupado o cartão vermelho ao defesa do Beira Mar que cortou a bola com a mão quando esta se preparava para entrar, quase em cima do risco fatal. Aos 13 minutos, na cobrança de um livre Nelson Costa aumentou a vantagem para 2-0 e por mais duas vezes logo a seguir a bola voltou a rondar com perigo a baliza de Palas. Aos 20 minutos, Moreira comete falta para penalty que Augusto cobrou de forma exemplar colocando o marcador em 1-2 que se manteria até ao intervalo, apesar da tentativa de ambas as equipas para que o resultado fosse diferente.

Em desvantagem, o Beira Mar de Almada tentou forçar o ataque e procurou anular o jogador mais eficiente do Paio Pires, Nelson Costa, mas quem acabou por criar perigo foi exactamente a equipa paiopirense que fez chegar a bola de novo ao fundo da baliza do Beira Mar sendo o golo anulado de forma inexplicável (dizem os homens de Paio Pires) por alegada deslocação de Márcio que rematou de cabeça, com um jogador do Beira Mar junto ao poste. Não satisfeito com o desenrolar dos acontecimentos o Beira Mar procurava tomar conta do jogo mas os alvi-negros demonstrando uma boa coesão não permitiam mas como pedra mole tanto bate até que fura aos 60 minutos numa bola bombeada para a grande área o Beira Mar consegue chegar à igualdade, por David. O Paio Pires tentou reagir mas não conseguiu devido ao mau desempenho do trio de arbitragem e quando toda a gente estava à espera do apito final, eis que surge o lance do golo da vitória da equipa da casa protagonizado por Paulo Pereira que com muita calma depois de fintar diversos jogadores adversários apareceu na cara que Paulo Silva que nada pode fazer.

No final os almadenses mostravam-se bastantes satisfeitos dizendo que foi “uma vitória do querer e da vontade de ganhar” enquanto os piopirenses se lamentavam mais uma vez da arbitragem afirmando que esta tinha sido “uma cópia do jogo realizado com o Olímpico do Montijo”.

 FICHA DO JOGO

Jogo no Campo da Mutela, em Cacilhas
ÁRBITRO: Gil Brandão (Almada / Seixal)

BEIRA MAR DE ALMADA: Palas; Jonas, Augusto, Marco (Milton, ao intervalo e Bacar, 60’), Barral; Edimar, Paulo Pereira, Feiteira, David; Ivo e Hadil (Leandro, 83’).
TREINADOR: João Luís

PAIO PIRES: Paulo Silva; Fernando, Rafa, Márcio, Adérito; João Martins, Moreira (Edi, 67’), Nelson Costa; Luís Almeida (Edgar, 58’), Telmo (Pedro Alves, 55’) e Fábio Silva.
TREINADOR: Eduardo Santos

Ao intervalo: 1-2
Marcadores: 0-1, Nelson Costa (5’); 0-2, Nelson Costa (13’); 1-2, Augusto (20’) gp; 2-2, David (60’); 3-2, Paulo Pereira (90+3’).

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here