CHARNECA DE CAPARICA Campo do Cassapo está espectacular - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

sábado, 10 de novembro de 2012

CHARNECA DE CAPARICA Campo do Cassapo está espectacular

O sonho tornou-se realidade


O dia 10 de Novembro de 2012 vai ficar para sempre ligado à história do Charneca de Caparica Futebol Clube porque assinala a inauguração oficial do relvado sintético do Campo do Cassapo, que há algum tempo atrás era um sonho e agora se tornou realidade, graças à Câmara Municipal de Almada que contribuiu com uma parte significativa do custo total da obra.

Os tons de amarelo, predominavam um pouco por toda a parte, situação à qual não será alheio o facto do clube, em tempos ainda não muito longínquos, se ter chamado Canários, e o sorriso no rosto dos charnequenses era por demais evidente.

 E foi exactamente em ambiente festivo que a Fanfarra dos Bombeiros Voluntários da Trafaria deu as boas vindas aos presentes e de imediato saudou os convidados na pessoa da presidente da Câmara Municipal de Almada, Maria Emília de Sousa. Na cerimónia oficial da inauguração do sintético, que fico perpetuada com o descerramento de uma placa alusiva ao acontecimento, marcaram presença também José Manuel Maia, presidente da Assembleia Municipal de Almada; António Matos, vereador do pelouro de desporto; Fernando Jorge Fernandes, presidente da Junta de Freguesia; Sousa Marques, presidente da AF Setúbal; António Sérgio, presidente do Núcleo de Árbitros de Futebol de Almada e Seixal, para além de representantes de diversas colectividades de cultura, recreio e desporto do concelho.

Depois dos discursos protocolares, seguiu-se a actuação da Escola de Música da Junta de Freguesia da Charneca de Caparica e a encerrar os festejos um jogo de futebol entre os veteranos do Benfica e Sporting, arbitrado pelo ex-árbitro e actual comentador de arbitragem da TVI, Pedro Henriques, onde a presidente da Câmara Municipal de Almada deu o pontapé de saída.

 Momentos mais importantes dos discursos protocolares 

O Jornal de Desporto registou alguns dos momentos mais importantes dos discursos proferidos por algumas das entidades oficias, bem como do presidente do clube. O vereador António Matos fez questão de recordar o facto de todos os clubes de futebol passarem a ter a partir de agora de campos relvados. O presidente do clube, José Manuel Santos chamou a atenção o novo ciclo que agora se inicia. E, a presidente da CM Almada, Maria Emília de Sousa, com grande emoção, surpreendeu tudo e todos com um cheque de 166.500 euros, que entregou ao presidente do clube, para pagar de forma antecipada a segunda tranche que havia sido prometida apenas para Fevereiro de 2013.

 António Matos: “Há 20 anos não havia
 um único relvado no concelho de Almada” 

“Há 20 anos não havia um único relvado no concelho de Almada. Nos anos 90 tivemos oportunidade de colaborar com o Almada Atlético Clube e, com muito trabalho, conseguimos dar à comunidade desportiva almadense aquele que foi o primeiro relvado, neste caso natural, do concelho. Nos anos seguintes, avançámos para o arrelvamento dos restantes campos. Foi mais de uma década de trabalho realizado com as direcções dos clubes de futebol, muitas horas de trabalho, de diálogo e de discussão. Aconteceu assim na Costa de Caparica, Cova da Piedade, Trafaria, Monte de Caparica e agora com o Charneca de Caparica. É sabido que procurámos encontrar uma solução de terreno mais interessante do que esta, ideia que ainda se mantém. E, porque estávamos à procura desse espaço, não quisemos avançar de imediato para o relvado. Mas, enquanto aqui estivermos, vamos fazer um campo funcional, com todas as condições. Foi isto que a direcção quis e foi isto que a Câmara Municipal entendeu fazer entregando ao clube e à comunidade charnequense um relvado magnifico que irá certamente assistir a grandes jornadas desportivas”.


 José Manuel Santos: 
“Estamos no início de um novo ciclo” 





“É com enorme alegria e satisfação que procedemos à inauguração da requalificação do campo de futebol do Cassapo com este novo tapete sintético e muro. No entanto, não devemos esquecer que o sintético não irá resolver todos os problemas do clube porque ainda há muito trabalho a desenvolver. Estamos no início de um novo ciclo, porque esta obra vai dar uma outra qualidade à formação dos nossos jovens e atletas da freguesia. Por isso, é necessário muita dedicação, empenho e esforço, quer da direcção, quer dos sócios ou dos técnicos e atletas, para levarmos o Charneca de Caparica Futebol Clube até onde merece. Quero agradecer a todos os charnequenses o esfoço desenvolvido e à Câmara Municipal de Almada pela coragem que teve em conceder-nos este privilégio, numa altura tão difícil que o País atravessa. É de louvar, porque prometeu e cumpriu”.




 Maria Emília de Sousa:
 “Se não fosse a ousadia de Henrique Carreiras
 se calhar não estávamos hoje aqui”

“Este é um momento de afirmação daquilo que somos capazes de fazer quando não renegamos os nossos princípios, os nossos valores e os nossos propósitos. Quando confiamos uns nos outros somos capazes de juntar esforços e sonhos para cumprir objectivos. Não me esqueço que o clube começou com o nome de Canários, que foram os primeiros a avançar com um projecto de futebol na Charneca. E, neste momento, queria também lembrar o vereador que teve a ousadia de trazer para umas máquinas para este terreno onde os miúdos tinham umas balizas improvisadas e andavam a dar pontapés na bola. Digo que teve a ousadia porque este terreno não era para um campo de futebol. O vereador chama-se Henrique Carreiras. Se ele não tivesse feito o que fez, duvido que estivéssemos hoje aqui a viver este momento. Gostava também de vos dizer que não foi fácil chegar a este momento, devido principalmente a questões relacionadas com o terreno. Quando aqui estive no aniversário do clube assumi o compromisso que hoje foi cumprido. Que bom seria se nós pudéssemos dizer o mesmo do nosso país e dos nossos governantes. Eu não tenho receio de olhar nos olhos porque ninguém tem razão para me apontar seja o que for. Tenho muito orgulho de dizer, por este país fora, que sou de um concelho onde o trabalho, a honestidade, a dedicação, o zelo, o rigor, a competência e o amor, fazem parte do poder local democrático. O País está falido mas em Almada pagamos tudo a tempo e horas e continuamos também a dar ajuda ao movimento associativo, a investir na cultura, na educação e no apoio social, com uma grande exigência devido às dificuldades do dia-a-dia porque o dinheiro também vai escasseando mas com uma gestão de rigor e respeito por aquilo que é de todos, o nosso caminho é bem diferente dos outros. E, para comprovar o que acabo de dizer, está aqui um cheque com o dinheiro que ficámos de entregar em Fevereiro para completar os 333 mil euros que prometemos. Parece que estamos noutro mundo, não é. Pois, mas em Almada trabalhamos assim”.

Associados e amigos aguardam pelo início da cerimónia
Maria Emília de Sousa (presidenta da CM Almada) e Sousa Marques (presidente da AF Setúbal)
Vereador António Matos (CM Almada) com Sousa Marques e Armando Paixão (AF Setúbal) 
O descerrar da placa alusiva ao acontecimento
O momento era de alegria...
Maria Emília de Sousa surpreendeu José Manuel Santos com a entrega antecipada do cheque 
Maria Emília de Sousa deu o pontapé de saída para o jogo de veteranos entre Benfica e Sporting

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here