3.ª DIVISÃO NACIONAL - AMORA 2 TIRES 2 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

domingo, 31 de março de 2013

3.ª DIVISÃO NACIONAL - AMORA 2 TIRES 2

Na estreia de Pedro Amora 

 Amora caiu do céu para o inferno…

  O Amora não conseguiu melhor que um empate no jogo que disputou em casa com o União de Tires a contar para a primeira jornada da segunda fase da Série E do Campeonato Nacional da 3.ª Divisão que vai apurar duas equipas para a Taça de Portugal da próxima temporada.

Esta foi a terceira vez que as equipas se encontraram esta temporada e ainda não foi desta que o Amora conseguiu ganhar.

O jogo, pode dizer-se, teve duas partes distintas: a primeira, com superioridade total do Amora que dominou por completo o adversário; e, a segunda, onde o Tires se evidenciou com uma estratégia que acabou por ser fundamental na recuperação da desvantagem.

A equipa da Medideira, que estreava um novo treinador, entrou muito bem na partida e aos 9 minutos já ganhava por 1-0, com um golo marcado por Carlitos. A equipa estava a jogar bem e, como corolário da boa exibição, passado pouco tempo, aumentou a vantagem para 2-0, desta vez por intermédio de Pedro Pereira. Até ao intervalo continuou a mandar no jogo, criando mais algumas oportunidades, mas o resultado não sofreu alteração.

Na segunda parte tudo acabou por ser diferente. Perante a apatia geral da equipa da casa, o adversário ganhou algum alento e chegou ao empate com dois golos de Guti, obtidos no espaço de seis minutos. Pedro Amora ainda tentou dar sangue novo à equipa com a entrada de dois novos jogadores mas de nada valeu porque o resultado já estava feito.


 PEDRO AMORA, treinador do Amora: 

 "Não percebi o que se passou na 2.ª parte"

  No final da partida, o treinador Pedro Amora, não se mostrava de forma nenhuma satisfeito com o resultado e muito menos com o desempenho dos seus jogadores, sobretudo no segundo tempo. “Na primeira parte estivemos muito bem e fomos superiores. Depois, na segunda parte, não percebi muito bem o que se passou. Provavelmente terão pensado que o jogo já estava ganho e depois foi o que se viu. Em dois contra-ataques, pagámos a factura. Agora vamos ter que recuperar em terreno alheio os pontos que perdemos em casa porque queremos estar na próxima temporada na Taça de Portugal”. Sobre o seu regresso, ao clube que orientou na época anterior, algo cauteloso, afirmou: “Estamos numa fase de transição. Esperemos que depois das eleições as coisas melhorem”.


 FICHA DO JOGO 

Jogo no Estádio da Medideira, em Amora.
ÁRBITRO: Hélder Pardal (Santarém), auxiliado por Diogo Vicente e Luís Sousa

AMORA: Didó; Barata, Tó (Alex, 65’), João freitas, Lorete; Daniel Nhaga (José João, 65’), Pedro Pereira, Rodinhas; Ju, Ruben Braga (David Rodrigues, 74’) e Carlitos.
Suplentes não utilizados: André Queijo, Joca e Ruben Yago
TREINADOR: Pedro Amora

TIRES: Pedro Carvalho; Pedro Conceição, Tiago Basílio, Rui Viegas, João Simões; Ilmo, João Raimundo, Nildo (Dani, 75’), André Lopes, (Patrick, 75’), Pedro Teixeira (Ricardo Nunes, 58’) e Guti
Suplentes não utilizados: André Bicho, Gonçalo, Diogo Almeida e Carlos Camilo 
TREINADOR: Rui Sousa

Ao intervalo: 2-0
Marcadores: 1-0, Carlitos (9’), 2-0, Pedro Pereira (36’); 2-1, Guti (61’); 2-2, Guti (67’).
Disciplina: Cartão amarelo para Rui Viegas (16’); Ilmo (42’’); João Raimundo (45’); Daniel Nhaga (50’); Alex (74’); Carlitos (89’), Guti (89’).

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here