JUNIORES»» BENFICA 1 V. GUIMARÃES 1 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

terça-feira, 19 de março de 2013

JUNIORES»» BENFICA 1 V. GUIMARÃES 1

Jogo terminou com 10 jogadores de cada lado 

Benfica falha subida ao primeiro lugar

  O Benfica não conseguiu melhor que um empate na partida que realizou no Caixa Futebol Campos, no Seixal, a contar para a 5.ª jornada da fase de apuramento do campeão nacional de juniores perdendo assim a hipótese de se juntar ao FC Porto no comando da tabela classificativa.

O resultado pode considerar-se justo porque se o Benfica teve mais posse de bola e exerceu maior domínio em termos territoriais o V. Guimarães teve o condão de se apresentar com a lição bem estudada e com um estratégia que resultou em pleno.

O jogo começou com o Benfica deliberadamente ao ataque dando mostras de querer resolver a partida bem cedo e aos 4’ numa só jogada criou duas boas oportunidades uma por Alexandre Alfaiate e a outra por Bernardo Silva. A equipa vimaranense jogava na expectativa e somente aos 17’ deu o ar da sua graça por intermédio de Pedro que com um remate de muito longe obrigou José Costa a uma excelente defesa para canto. O Benfica voltou a pegar na batuta na tentativa de chegar ao golo mas aos 23 minutos acabou por ficar sem João Gomes que se lesionou gravemente, sendo conduzido ao hospital com suspeita de fractura do perónio. O cariz de jogo mantinha-se sempre com sinal mais do Benfica mas quem acabou por marcar foi o V. Guimarães numa jogada de contra-ataque com Cláudio a cruzar para Miguel que sem marcação em plena área atirou a contar.

Na segunda parte, João Tralhão mexeu na equipa com o objectivo de lhe dar mais agressividade e por diversas vezes o golo da igualdade esteve à vista por Elton Carvalho aos 47 e 59’. Aos 60 minutos os encarnados ficam a pedir penalty por uma pretensa falta cometida sobre Bernardo Silva e aos 72’ ficaram em vantagem numérica por expulsão de Pedro. A pressão benfiquista acentuava-se mas cinco minutos depois Diogo Rocha é também expulso por ter simulado (?) falta para penalty e ambas as equipas ficam a jogar com 10 jogadores. O empate chegaria logo a seguir por Sancidino Silva e depois até final o jogo tornou-se mais emotivo com ambas as equipas à procura do golo da vitória que poderia ter surgido para qualquer dos lados, sendo as oportunidades mais flagrantes desperdiças pelo V. Guimarães que se queixa também de uma grande penalidade não assinalada a seu favor, aos 87’, por falta cometida sobre Marques.


 TREINADORES: 

João Tralhão (Benfica): “Depois do golo sofrido perdemos um pouco o discernimento e fomos penalizados por isso. Conseguimos empatar mas fica a sensação de que se tivéssemos feito o que estava ao nosso alcance a nível de finalização teríamos ganho o jogo. No final tive uma conversa prolongada com os jogadores para podermos entre família resolver alguns problemas e acabámos por sair com a sensação de que estamos mais fortes. Vamos tentar demonstrar isso já no próximo jogo”.






Ricardo Silva (V. Guimarães): Pelas oportunidades criadas pelas duas equipas o resultado final ajusta-se perfeitamente. O Benfica controlou a bola e nós controlámos o espaço. Saímos daqui com a moral em alta. Ainda não ganhámos neste campeonato que está a ser um dos mais competitivos dos últimos tempos mas também ainda ninguém nos ganhou”.




 FICHA DO JOGO 

Jogo no Campo N.º 1 da Caixa Futebol Campus, no Seixal
ÁRBITRO: Miguel Jacob (Setúbal), auxiliado por Ivan Roque e Luís Ralha

BENFICA:José Costa; Alexandre Alfaiate, João Nunes, Fábio Cardoso (Clésio Baúque, 63’), Pedro Rebocho; Filipe Nascimento (Eusébio Bancessi, 45’), Sancidino Silva, João Teixeira; João Gomes (Elton Carvalho, 23’), Bernardo Silva e Diogo Rocha
TREINADOR: João Tralhão

V. GUIMARÃES: Palha; Carlos, Manel, Marques, Pedro; Júnior, Danilo (David, 84’), Helinho; Miguel (Paulo Pereira, 73’), Didi e Cláudio (Almiro, 90’)
TREINADOR: Ricardo Silva

Ao intervalo: 0-1
Marcadores: 0-1, Miguel (31’); 1-1, Sancidino Silva (78’).
Disciplina: cartão amarelo para Júnior (30’); Diogo Rocha (37’ e 77’); Didi (53’); Pedro (57’ e 72’); Danilo (80’); Palha (89’); Almiro (90+6’). Cartão vermelho, por acumulação de amarelos, para Pedro (72’) e Diogo Rocha (77’).

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here