1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» Almada 4 Arrentela 1 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

13 de abril de 2015

1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» Almada 4 Arrentela 1

Almada esteve 10 jogos consecutivos sem vencer…

ALMADENSES AOS SETE MINUTOS JÁ GANHAVAM POR 2-0

O Almada, que esteve dez jogos consecutivos sem ganhar, regressou às vitórias no passado domingo na partida que disputou no Complexo Desportivo do Pragal com o Arrentela, relativa à 23.ª jornada do campeonato distrital da 1.ª divisão.

Com o triunfo obtido, a equipa almadense agora orientada por Cirilo, manteve a sua posição na tabela classificativa [10.º lugar] mas distanciou-se do Sesimbra que segue na posição imediatamente abaixo com menos quatro pontos.

O Arrentela, que está a passar por momentos bastante complicados, continua irremediavelmente a transportar a sempre incómoda lanterna vermelha e pelos vistos está a tornar-se quase impossível livrar-se dela.

Sobre o jogo não há muito para dizer. O Almada entrou de rompante e aos sete minutos já ganhava por 2-0, com golos de Paul (4’) e Willians (7’). O Arrentela aproveitou bem o abrandamento da equipa adversária e reduziu a desvantagem aos 24 minutos através de uma grande penalidade convertida por Luís Almeida, atingindo-se o intervalo com o resultado de 2-1 favorável aos almadenses.

Na segunda parte o Almada teve sempre o jogo controlado mas só conseguiu ampliar a vantagem aos 78 minutos por Ião, numa altura em que o Arrentela jogava apenas com 10 jogadores devido à expulsão de Márcio Duro, por acumulação de cartões amarelos. O resultado final seria fixado por Flávio [que havia entrado para o lugar de Eli], já em período de compensação.    

Na próxima jornada o Almada desloca-se a Grândola e o Arrentela recebe o Beira Mar de Almada.


A OPINIÃO DOS TREINADORES

NUNO ALVES (CIRILO), treinador do Almada:

“O facto de termos marcado cedo foi importante”

“Entrámos fortes e já ganhávamos por 2-0 aos sete minutos de jogo. Talvez pelo resultado, a equipa abrandou um pouco e consentimos o golo do Arrentela. Rapidamente percebemos que teríamos de continuar à procura do terceiro golo e criámos várias situações para o fazer mas foi com este resultado que fomos para o intervalo. Na segunda parte o jogo só teve um sentido e conseguimos marcar mais dois golos mas o resultado poderia ter sido outro caso não falhássemos tantas oportunidades. A equipa esteve bem, soube adaptar-se ao relvado rapidamente e o facto de marcarmos cedo foi importante”.



ANDRÉ BRANCO, treinador do Arrentela:

“Existem situações extra futebol que condicionam o trabalho da equipa

“Andar no futebol assim é muito complicado porque existem situações extra futebol que condicionam o trabalho da equipa. Não tenho argumentos, nem consigo fazer mais do que tenho feito. Só tenho que agradecer e dar os parabéns àqueles que não baixaram os braços e que estão disponíveis para continuarem comigo até ao fim. Em relação ao jogo, decorreu com muito chutão e com muita bola na frente. Não era possível jogar de outra forma visto o relvado se encontrar em muito mau estado. Jogou-se sempre futebol directo, tanto por parte do Arrentela como por parte do Almada. Quem se adaptou melhor acabou por ter mais sorte mas o resultado é um pouco enganador para o que foi feito pelas duas equipas durante os 90 minutos. O Almada ganhou porque conseguiu aproveitar melhor as oportunidades que teve”.



FICHA DO JOGO

Jogo no Campo do Pragal, em Almada
ÁRBITRO: Daniel Carvalho (Núcleo do Barreiro)

ALMADA: João Marreiros; Óscar, Litos Bruno Mareco, Chiquinho; Ião, Chaves (Suelves), Jota; Paul (Pipo). Willians e Eli (Flávio).
TREINADOR: Nuno Alves (Cirilo)

ARRENTELA: Ricardo Freitas; Bruno Almeida, Pedro Martins (Elvis, 65’), Márcio Duro, Pedro; Nhapa, Nuno Ferreira, Joel; Mauro (Tiago Amaral, 60’), Didi (Derson, 45’) e Luís Almeida.
TREINADOR: André Branco

Ao intervalo: 2-1
Marcadores: 1-0, Paul (4’); 2-0, Willians (7’), 2-1, Luís Almeida (24’) gp; 3-1, Ião (78’); 4-1, Flávio (90+4’).
Disciplina: Cartão vermelho para Márcio Duro (por acumulação) aos 60 minutos.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here