1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» U. Santiago 5 Arrentela 0 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

26 de abril de 2015

1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» U. Santiago 5 Arrentela 0

Superioridade alentejana foi por demais evidente…

ARRENTELA APRESENTOU OITO JUNIORES NA EQUIPA TITULAR

O U. Santiago goleou o Arrentela por cinco bolas a zero num jogo sem grande história devido à fragilidade da equipa arrentelense que viajou para Santiago do Cacém com apenas doze jogadores e se apresentou em campo com apenas quatro seniores.

A situação da equipa tem originado o abandono de alguns jogadores e o técnico André Branco foi obrigado a recorrer à equipa de juniores e foi exactamente com oito juniores [que haviam jogado no dia anterior contra o Olímpico do Montijo para o campeonato distrital da respectiva categoria] que entrou em campo para o confronto com uma das melhores equipas do campeonato.

Os jovens arrentelenses entraram disposto a fazer o seu melhor mas como seria de esperar não conseguiram resistir ao maior poderio do U. Santiago que foi para o intervalo a ganhar apenas por 1-0 com um golo marcado por Daniel Direito, aos 25 minutos.

Na segunda parte a equipa alentejana aumentou para 2-0 por Pedro Sousa logo no primeiro minuto e a partir daí o marcador foi-se avolumando de forma perfeitamente natural até chegar ao 5-0, facto que não surpreende devido à grande diferença de valores e à maior frescura física dos jogadores do U. Santiago. Celé, Daniel Direito e Ramirez foram os marcadores dos outros golos da formação orientada por João Direito que obteve assim a sua quinta vitória consecutiva na competição.

Com os três pontos conquistados a equipa alentejana subiu ao quarto lugar da tabela classificativa ultrapassando o Alfarim e a equipa arrentelense manteve-se irremediavelmente no último lugar da classificação geral.

Na próxima jornada o U. Santiago desloca-se a Grândola para mais um dérbi da região e o Arrentela recebe a União Banheirense, no Campo da Boa Hora.



A OPINIÃO DOS TREINADORES

JOÃO DIREITO, treinador do U. Santiago:

“Respeitámos sempre o adversário apesar das suas fragilidades”

“O Arrentela apresentou-se com uma equipa algo limitada em opções de banco e mesmo a nível de equipa sem grandes alternativas de movimentação de jogo e ambições. Ao intervalo ganhávamos por 1-0, resultado escasso para o número de oportunidades criadas e desperdiçadas. Na segunda parte, fizemos um jogo mais objectivo porque jogámos mais em equipa e os golos foram aparecendo com naturalidade e além dos cinco poderíamos ter marcado mais. Apesar da diferença de valores e das suas fragilidades respeitámos sempre o Arrentela que também nunca baixou os braços e competiu dentro daquilo que eram as suas limitações, tornando-se digno deste jogo. Quanto ao resultado, a vitória não merece qualquer tipo de contestação, o desfecho final afigura como o mais justo e o mais correcto”  

  
ANDRÉ BRANCO, treinador do Arrentela:

“Apresentámo-nos em campo com oito juniores que tinham jogado no dia anterior os 90 minutos”

“Esta não é uma equipa que está a competir no campeonato distrital mas sim um grupo de jogadores que se junta ao domingo para jogar. Neste jogo apresentámo-nos em campo com oito juniores [sendo quatro de primeiro ano] que tinham jogado todos na véspera os 90 minutos contra o Olímpico do Montijo para o distrital de juniores. Quando assim acontece é completamente impossível fazer seja o que for. Levei apenas quatro jogadores seniores. Isto é um facto que não é comum. Por isso, contra factos não há argumentos. Não consigo, nem posso dizer mais nada sobre o que se está a passar na Arrentela. No banco tinha apenas um jogador e também esse era júnior”.


FICHA DO JOGO

Jogo no Campo Municipal Miróbriga, em Santiago do Cacém
ÁRBITRO: Marco Machado (Santiago do Cacém)

U. SANTIAGO: Rúben Furtado; Alexandre, Paulo Silva, André Oliveira, Ivan (Mauro Generoso, 65’); João Generoso, Ramirez, Daniel Direito; Ruan, (Neves, 70’) e Pedro Sousa (Abdul, 65’).
TREINADOR: João Direito

ARRENTELA: Ricardo Freitas; Diogo, Pedro Martins, Bruno Almeida, Pedro; Denilson, Amarildo (Sousa, 70’), Joel; Tiago Amaral Alexandre e Luís Almeida.
TREINADOR: André Branco

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: 1-0, Daniel Direito (25’); 2-0, Pedro Sousa (46’); 3-0, Celé (50’); 4-0, Daniel Direito (60’); 5-0, Ramirez (75’).
  

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here