1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» U. Banheirense 1 Sesimbra 0 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

13 de abril de 2015

1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» U. Banheirense 1 Sesimbra 0

Ailton, marcou o golo da vitória aos 79 minutos…

SESIMBRA DEU EXCELENTE RÉPLICA MESMO A JOGAR COM NOVE

A União Banheirense, que obteve a sua quarta vitória consecutiva, ao derrotar o Sesimbra por uma bola a zero em jogo relativo à 23.ª jornada, realizado no Municipal do vale da Amoreira, subiu ao sexto lugar da tabela classificativa com 37 pontos, tantos quantos têm Grandolense [que foi ganhar ao Monte de Caparica, por 3-0] e Comércio e Indústria [que perdeu em Alfarim, por 3-2].

O Sesimbra que está sem ganhar há precisamente cinco jornadas, com quatro derrotas e um empate nos últimos cinco jogos, manteve o 11.º lugar mas ficou mais distante [quatro pontos] do Almada que nesta jornada ganhou ao Arrentela por 4-1 e mais próximo [um ponto] do Charneca de Caparica e Beira Mar de Almada que empataram no jogo que disputaram entre si, em Cacilhas. Quer isto dizer que se torna urgente começar a amealhar mais pontos para não cair na zona perigosa. O regresso dos jogadores que haviam sido punidos com seis jogos de suspensão na sequência dos desacatos registados no final do jogo com o Charneca de Caparica pode ser uma boa ajuda nesse sentido.

Um golo solitário marcado já no decorrer da segunda parte por Ailton, precisamente aos 79 minutos, acabou por dar a vitória à equipa orientada por Rui Fonseca mas a tarefa não foi nada fácil devido à excelente réplica dada pela equipa sesimbrense que acabou o jogo com apenas nove jogadores devido a duas expulsões; a primeira ocorrida mesmo à beira do intervalo e a segunda já depois da equipa da Baixa da Banheira se ter adiantado no marcador.

Na próxima jornada a União Banheirense desloca-se à Amora e o Sesimbra recebe o [agora líder], Barreirense.



A OPINIÃO DOS TREINADORES:

 RUI FONSECA, treinador do Banheirense:

“Fomos fortes, muito solidários e uns justos vencedores”

“Foi uma vitória muito saborosa. Sabíamos que íamos ter um jogo muito difícil, por dois motivos. Primeiro porque íamos jogar contra uma equipa muito boa tacticamente porque o Alfredo monta sempre muito bem as suas equipas, que são muito lutadoras e que dificultam muito a tarefa do adversário e depois porque o nosso trabalho não tem sido nada fácil no dia-a-dia porque do plantel construído no início da época neste momento apenas estão 14 jogadores e hoje abordámos o jogo só com 15. Mas, mesmo com essas dificuldades fomos fortes, muito solidários e uns justos vencedores. É um facto que beneficiámos da expulsão de um jogador do Sesimbra e que jogámos muito bem nessa altura com hipóteses de chegar ao golo que acabou por chegar um pouco tarde. Depois, curiosamente, quando estávamos a ganhar e a jogar com mais dois homens, devido a uma segunda expulsão do Sesimbra, a equipa ficou algo intranquila e não tivemos a qualidade que tínhamos tido até aí. E o Sesimbra com menos dois jogadores lançou-se na frente à procura do empate que acabou por não acontecer. Os meus jogadores, apesar de não terem a bola com a qualidade que queriam, foram guerreiros e souberam sofrer perante um adversário que arriscou tudo. Neste momento, gostaria de salientar a nossa pontuação que é superior em relação à primeira volta. Nesta mesma altura tínhamos 12 pontos conquistados e agora temos 16. Estamos muito satisfeitos com o trabalho desenvolvido por todos, incluindo o staff de apoio que tem sido inexcedível”.


ALFREDO ALMEIDA, treinador do Sesimbra:

“Mesmo a jogar com nove arriscámos tudo para chegar ao empate”

“Sabíamos que íamos defrontar uma equipa muito boa e que em sua casa é muito forte. Preparámos o jogo de forma a anular o último passe do adversário e conseguirmos no ataque rápido, ou contra ataque, surpreender o último reduto do Banheirense. A estratégia era dar iniciativa de jogo ao adversário mas surpreender na frente mas com a expulsão do central, antes do árbitro apitar para o intervalo, tudo ficou mais complicado.
Mesmo assim na segunda parte fomos anulando, no nosso último terço, o adversário que tinha mais posse como seria de esperar. O golo do Banheirense surge numa bola perdida por nós, que nos deixou descompensados e o adversário aproveitou. Pouco depois sofremos mais uma expulsão. Desta vez foi Edson viu o segundo amarelo. Ficámos com nove jogadores mas mesmo assim arriscámos tudo para chegar ao empate que até poderia ter acontecido em duas situações. Parabéns aos atletas. Entretanto, hoje não queria deixar de saudar o regresso de três jogadores que apanharam seis jogos de castigo, algo que nunca vou perceber porquê, mas o futebol é isto. Não me desculpo com arbitragens, não faço parte desse lote. Vamos continuar a nossa luta e as nossas batalhas semanais. Tenho a certeza que no final o Sesimbra irá continuar na 1.ª Divisão Distrital”.  



FICHA DO JOGO

Jogo no Campo Municipal do Vale da Amoreira, na Baixa da Banheira
ÁRBITRO: David Salvador (Núcleo do Pinhal Novo)

U. BANHEIRENSE: Pedro Andrade; Sarico (Bandeira, 53’), Honório, Bertrande, Morgado; Abu, Daniel Lourenço, Nelson; Marinho (Imildon, 71’), Nico e Ailton (Fábio Coelho, 90+1’).
TREINADOR: Rui Fonseca

SESIMBRA: Gonçalo; Fábio, César, Quissem, Rão; Edson, Sandro Gomes (Pólvora, 80’), Bernardo Mata (Casaca, 45’); Jardel (Miguel Correia, 75’), Nuno Dias e Sérgio Zeferino.
TREINADOR: Alfredo Almeida

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: 1-0, Ailton (79’)




Post Bottom Ad

Responsive Ads Here