1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» GRANDOLENSE 2 ALMADA 3

Alentejanos só haviam perdido uma vez em casa…

ALMADA OBTÉM EXCELENTE VITÓRIA EM GRÂNDOLA

O Almada obteve um excelente resultado no terreno de um adversário que não costuma facilitar quando joga em casa.

Esta época em Grândola apenas o Amora havia vencido. Portanto há que dar os parabéns à equipa agora orientada por Nuno Cirilo que desta forma ficou mais tranquila em termos de tabela classificativa, onde ocupa o 10.º lugar com menos cinco pontos que o adversário que segue à sua frente [Monte de Caparica] e mais cinco pontos que o Beira Mar de Almada que se encontra na décima primeira posição.

Quanto ao Grandolense foi uma derrota de todo inesperada porque aconteceu numa altura em que a equipa parecia dar mostras de querer recuperar algum do espaço perdido neste campeonato que chegou a liderar. A equipa que vinha de duas vitórias consecutivas voltou a perder e em consequência foi ultrapassada em termos pontuais na tabela classificativa pelo Comércio e Indústria que passou a ter mais um ponto.

A primeira equipa a marcar foi a de Grândola por Borges aos 22 minutos na cobrança de uma grande penalidade mas cinco minutos depois a partida estava igualada porque a equipa almadense também marcou de penalti, por Paul. Quatro minutos depois o Almada colocou-se em vantagem mercê de um golo obtido numa transição rápida e dois minutos volvidos o jogo estava de novo empatado com Cajó a fazer o segundo golo do Grandolense.

Com a partida igualada a duas bolas as equipas entraram na segunda parte com vontade de se adiantarem no marcador mas apenas o Almada conseguiu marcar por Willians (61’) que deu assim a vitória à sua equipa.

O Grandolense ainda procurou chegar ao golo mas os almadenses defenderam-se bem e conseguiram segurar a vantagem.

Na próxima jornada o Grandolense desloca-se a Cacilhas para defrontar o Beira Mar de Almada e o Almada recebe o Monte de Caparica em mais um dérbi do concelho de Almada.   


A OPINIÃO DOS TREINADORES 

ANTÓNIO GOMES, treinador do Grandolense:

“Há dias em que nada corre bem e este para nós foi um deles”

“O Grandolense não entrou bem no jogo mas acabou por se adiantar no marcador porque marcou de grande penalidade. Passado pouco tempo o Almada empatou também de penalti. Continuámos a acreditar e fomos para cima do Almada mas eles numa transição conseguem marcar de novo, agora através de um auto-golo. Nós continuámos a lutar e respondemos de imediato por Cajó que colocou o marcador em 2-2. Na segunda parte o jogo foi repartido mas o Almada foi mais feliz porque conseguiu chegar à vitória numa bola metida para a nossa área, que andou aos ressaltos. A partir daí defendeu o resultado, enquanto nós atacávamos. Depois de se encontrar a ganhar o Almada arregaçou as mangas e acabou por ganhar bem. Há dias em que nada corre bem e este para nós foi um deles. Temos que ficar com a derrota e pensar já no próximo jogo onde vamos querer regressar às vitórias”.



NUNO CIRILO, treinador do Almada:

“Ainda não tinha falado de arbitragens mas desta vez tem que ser”

“Foi um jogo difícil, bem jogado, com duas equipas à procura da vitória e com muitos golos. Entrámos no jogo determinados em conseguir a segunda vitória consecutiva e isso ficou visível desde o início. Conseguimos criar boas jogadas, mas seria o Grandolense a adiantar-se no marcador através de um contra-ataque onde o jogador é rasteirado fora da área, o árbitro marca livre mas os árbitro auxiliar assinala penalti. Não desanimámos e chegámos ao empate logo a seguir também através de uma grande penalidade, resultado que seria ampliado logo a seguir através de uma boa jogada onde o William remata, o guarda-redes defende contra um jogador acabando por fazer autogolo. Ainda estávamos a festejar e o Grandolense acabaria por repor a igualdade também numa boa jogada. Na segunda parte, já com alguns posicionamentos corrigidos, os nossos jogadores foram enormes. Entrámos muito concentrados, determinados, com uma postura mais táctica à espera de aproveitar os erros adversários e foi isso que aconteceu, acabando por faz o 2-3. Pouco depois o Paul é expulso por palavras a um jogador do Grandolense. Até ao fim do jogo tanto o Almada como o Grandolense tiveram hipóteses de marcar mas o resultado acabaria por se manter até final. Penso que a vitória foi merecida e justa pelo que as duas equipas fizeram. Desde que assumi a posição de treinador que ainda não tinha falado sobre arbitragens porque tinham sido todas boas até este jogo. Refiro-me ao primeiro golo do Grandolense onde o jogador é rasteirado fora da área e o árbitro auxiliar marca penalti depois de o árbitro ter assinalado livre fora da área. De seguida, a expulsão do Paul, que é bem expulso mas juntamente com ele deveria ter ido o jogador do Grandolense pois eles ofenderam-se mutuamente mas por azar do Almada, o árbitro auxiliar só ouviu o Paul ofender. Pouco depois um jogador do Grandolense ofende os jogadores do banco de suplentes com o árbitro auxiliar que está a cinco metros a fingir que não ouviu. E, por fim, a cerca de 10m do final do jogo há um penalti claríssimo sobre o Pipo e mais uma vez o árbitro nada assinalou. É muita coisa para ser azar mas felizmente, e graças ao esforço de todos os jogadores, conseguimos aguentar até ao fim e sair vitoriosos”




FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio Municipal, em Grândola
ÁRBITRO: Sérgio Lobo (Almada / Seixal)

GRANDOLENSE: Heleno; Diogo (Catota, 60’), Iddy, Marco Neves, Mico; Gonçalo, Borges, Besugo; Cajó, Fábio (Wilson, 70’) e Calado
TREINADOR: António Gomes

ALMADA: João Marreiros; Óscar, Litos Bruno Mareco, Chiquinho; Ião, Chaves (Eli, 78’), Jota; Pipo (Flávio, 82’), Paul e Willians (Luisinho, 90+1’)
TREINADOR: Nuno Alves (Cirilo)

Ao intervalo: 2-2
Marcadores: 1-0, Borges (22’) gp; 1-1, Paul (27’) gp; 1-2, autogolo (31’); 2-2, Cajó (33’); 2-3, Willians (61’).
Disciplina: Paul e Borges foram expulsos
  
Share on Google Plus