1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» ALFARIM 1 OLÍMPICO 1 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

26 de abril de 2015

1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» ALFARIM 1 OLÍMPICO 1

Querer e vontade dos jogadores foi essencial…

BRAVOS DO MONTIJO CONQUISTAM UM PONTO EM ALFARIM

O Olímpico do Montijo foi conquistar um ponto a Alfarim, resultado que se pode considerar bastante positivo, mas em termos de tabela classificativa pouco lucrou com isso porque a maioria dos seus adversários directos também pontuaram nesta jornada.

Com efeito, a equipa orientada por Olívio Cordeiro [que igualou o Sesimbra] não saiu do mesmo lugar e por essa razão continua numa situação bastante delicada em relação à sua permanência na prova porque de acordo com o regulamento em vigar descem à 2.ª Divisão Distrital o último classificado da 1.ª Divisão mais um, dois ou mais clubes consoante o número de clubes do distrito que vierem a ser despromovidos do Campeonato Nacional de Seniores onde o Pinhalnovense e Desp. Fabril, se encontram na corda bamba. Os próximos jogos serão fundamentais…

Em relação ao Alfarim o empate originou a queda de uma posição por troca com o U. Santiago mas ainda assim a equipa encontra-se confortavelmente no top five do campeonato; ou seja, longe de qualquer tipo de preocupações.


Sobre o jogo pode dizer-se que na primeira parte esteve melhor o Alfarim que foi para o intervalo a ganhar por 1-0, com um golo de André Pinto marcado aos 25 minutos. E que na segunda parte a equipa do Montijo foi superior tendo chegado à igualdade, fruto essencialmente do empenho e da vontade dos seus jogadores, que, mesmo jogando em inferioridade numérica, conseguiram marcar por Cami [o seu melhor marcador] a cerca de 10 minutos do fim.

Na próxima jornada o Alfarim desloca-se ao Campo do Pragal para defrontar o Almada e o Olímpico viaja até ao Campo Cornélio, onde joga com o Palmelense uma partida extremamente importante para os dois emblemas.


A OPINIÃO DOS TREINADORES

RICARDO DIAS, treinador do Alfarim:

“Podíamos ter ido para o intervalo com um resultado bem diferente”

“Na primeira parte entrámos bem, tivemos o domínio do jogo e fomos para o intervalo a ganhar por 1-0 quando na realidade poderíamos ter ido com um resultado bem diferente se não tivéssemos desperdiçado mais quatro situações de golo com jogadores isolados na cara do guarda-redes, enquanto eles apenas tiveram uma em que o Gonçalo esteve muito bem. Na segunda parte o Olímpico subiu mais no terreno, criou algum perigo nas bolas paradas e acabou por ser premiado com o golo do empate. Na segunda parte nós ainda atirámos uma bola à trave mas o Olímpico do Montijo que lutou muito acabou por merecer o empate, que foi conseguido quando jogava com menos um jogador. A nossa equipa mostrou mais qualidade mas eles fizeram mais por merecer os pontos”.
 


OLÍVIO CORDEIRO, treinador do Olímpico do Montijo:

“O ponto conquistado não foi nada mau porque jogámos num campo difícil contra um adversário de valor”

“A tarefa não era fácil porque nos deslocávamos a um campo bastante difícil. Sabíamos também que íamos apanhar uma equipa com qualidade e como tal começámos com o habitual 4x3x3 montando uma estratégia que passava por praticar um futebol mais directo. Nos primeiros vinte minutos as oportunidades foram equivalentes. Entretanto, surge o primeiro golo do Alfarim, que depois dispôs de mais alguma situações claríssimas que não foram aproveitadas e fomos para o intervalo a perder por 1-0. Depois, tive que alterar o sistema táctico e essa alteração surtiu efeito porque os bravos do Montijo conseguiram inverter a situação, mesmo após a expulsão do Talinhos, estando sempre por cima no jogo. A equipa ajustou-se bem ao novo sistema de jogo e teve várias oportunidades de golo. Continuámos a meter bolas na área até que o Cami conseguiu desbloquear a situação fazendo o golo do empate, que foi muito bom. E depois disso, ainda tivemos mais duas boas oportunidades, uma das quais pelo Marcelo que fez brilhar o guarda-redes do Alfarim, mesmo a acabar. Podíamos ter saído de Alfarim com a vitória mas o ponto como foi conquistado fora não é nada mau porque jogámos num campo difícil e apresentámos uma equipa onde alinharam três jogadores ainda juniores, facto que demonstra bem a qualidade da nossa formação que pode dar muitas alegrias no futuro a todos os montijenses”.


FICHA DO JOGO

Jogo no Complexo Desportivo, em Alfarim
ÁRBITRO: Sérgio Jesus (Barreiro)

ALFARIM: Gonçalo; Tiago Veríssimo, Tiago Dias, Elson, António Pires; Dinis, Miguel (Paulo Vítor, 55’), Bolacha (Folques, 75’); Fábio Nunes (Ivo, 60’), Mantorras e André Pinto  
TREINADOR: Ricardo Dias

OLÍMPICO DO MONTIJO: Marco Nunes; Gonçalo Baracinha, João Monteiro (Quimilson, 43’), Talinhos, Tiago Lourenço; Miguel Fitas, Marcelo Castro, Pedro Monteiro; Fula, Queijinho (Pestinha, 78’) e Cami.
TREINADOR: Olívio Cordeiro

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: 1-0, André Pinto (25’); 1-1, Cami (79’)
Disciplina: Cartão vermelho, por acumulação, para Talinhos (73’)



Post Bottom Ad

Responsive Ads Here