1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» Grandolense 5 Arrentela 3

Grandolense ganhava ao intervalo por 4-0...

ARRENTELA COM MUITA GENTE JOVEM AINDA CHEGOU A ASSUSTAR


Em jogo relativo à 21.ª jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão, que havia ficado adiado devido ao mau tempo, o Grandolense derrotou o Arrentela por 5-3 e igualou o União Banheirense no 8.º lugar da tabela classificativa.

Para além dos números finais [pouco habituais em jogos de futebol] há também a salientar o facto de o Arrentela ter escalado para este encontro oito jogadores da sua equipa de juniores e cinco deles terem feito parte do onze inicial. Talvez por esse facto, quem entrou melhor na partida foi a equipa de Grândola que abriu o activo por volta dos 20 minutos e ao intervalo já ganhava por 4-0.

Na segunda parte o Arrentela surgiu completamente transfigurado para melhor contrastando com alguma displicência dos jogadores do Grandolense que acabaram por ser surpreendidos com três golos do adversário que colocaram o marcador em 4-3 e alguma pressão sobre a equipa alentejana que passou por um mau bocado até fazer o 5-3 que surgiu apenas nos instantes finais da partida.

António Gomes, treinador do Grandolense, no final do encontro manifestou o seu desagrado pela forma como os seus jogadores encararam a segunda parte e embora tenha conquistado os três pontos confessou ter ficado chateado com a equipa que menosprezou o adversário.

Apesar de derrotado, o treinador do Arrentela, André Branco, mostrou-se bastante satisfeito com a entrega e com a atitude dos seus jogadores que chegaram a colocar em sentido a equipa alentejana quando conseguiram reduzir para 4-3 depois de terem estado com quatro golos de desvantagem.

Na próxima jornada o Grandolense desloca-se ao Monte de Caparica e o Arrentela viaja até ao Pragal para defrontar o Almada.


A OPINIÃO DOS TREINADORES 

ANTÓNIO GOMES, treinador do Grandolense:

“Ganhámos mas não estou satisfeito pelo que fizemos na segunda parte”

“O Grandolense entrou bem no jogo e chegou com relativa facilidade ao 4-0 ainda na primeira parte. Pensávamos que o resultado já estava definido mas não foi bem assim. Ao intervalo alertei os jogadores para a necessidade de continuarmos a jogar em equipa para podermos marcar mais alguns golos mas a verdade é que não foi nada disso que aconteceu. Na segunda parte entrámos muito mal e desconcentrados porque todos queriam marcar golos e o Arrentela aproveitou para chegar ao 4-3. Nós tínhamos o jogo controlado em todos os aspectos mas adormecemos porque pensámos que era tudo facilidades. Parece impossível mas ainda trememos e só descansámos quando fizemos o 5-3 mesmo no final da partida. Dou os meus parabéns ao Arrentela que se apresentou aqui com muitos juniores e teve uma atitude muito séria. Fiquei um pouco chateado com a minha equipa porque brincámos um pouco com a situação. Ganhámos mas não estou satisfeito pelo que fizemos na segunda parte. A equipa não pode de maneira alguma desprezar o adversário e pensar que as coisas são favas contadas”.



ANDRÉ BRANCO, treinador do Arrentela:

“Tivemos uma excelente atitude e uma grande entrega dentro do campo”

“Fiquei bastante satisfeito com a réplica dada pelos jogadores, independentemente de termos jogado com oito juniores, sendo cinco deles de primeiro ano. Tivemos uma excelente atitude e uma grande entrega dentro do campo. Cumpriram o que lhes foi pedido e o resultado só acaba por se justificar porque o Grandolense é uma equipa madura e experiente e soube gerir o jogo de uma forma bastante competente. Na segunda parte tivemos uma grande atitude e depois de estarmos a perder por 4-0 ainda conseguimos chegar ao 4-3 e até poderíamos ter feito o 4-4 porque ainda atirámos uma bola ao ferro e o guarda-redes do Grandolense evitou por duas vezes”.



FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio Municipal, em Grândola
ÁRBITRO: Diogo Trancadas (Núcleo do Pinhal Novo)

GRANDOLENSE: Heleno; Diogo (Mário, 70’), Iddy, Marco Neves (Gonçalo, 75’), Mico; Borges, Bruno Mendes, Besugo, Cajó, Fábio (Catota, 45’) e Calado
TREINADOR: António Gomes

ARRENTELA: Ricardo Freitas; Bruno Almeida, Pedro, Márcio Duro, Nuno Ferreira; Denilson (Derson, 70’), Amarildo (Sousa. 78’), Nhapa; Joel, Alex (Diogo, 45’) e Mauro.
TREINADOR: André Branco

Ao intervalo: 4-0
Marcadores: 1-0, Mico (20’); 2-0, Cajó (25’); 3-0, Besugo (30’); 4-0, Cajó (35’); 4-1, Derson (65’); 4-2, Márcio Duro (72’); 4-3, Mauro (77’).
Disciplina: Bruno Mendes (80’) foi expulso com vermelho directo.
  



Share on Google Plus