1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» Barreirense 5 Palmelense 0 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

13 de abril de 2015

1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» Barreirense 5 Palmelense 0

Aproveitando a escorregadela do Amora…


BARREIRENSE ESTÁ DE NOVO

NA FRENTE DA TABELA 

CLASSIFICATIVA


O Barreirense, que goleou o Palmelense por 5-0, em jogo relativo à 23.ª jornada, realizado no Campo da Verderena, recuperou a liderança do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão porque o Amora não conseguiu evitar a derrota na partida que disputou em Santiago do Cacém, naquele que foi o seu primeiro desaire da época em termos de campeonato.

As duas equipas estão igualadas em termos de pontos mas a equipa do Barreiro, que empatou na Amora na primeira volta, tem melhor goal-average que lhe dá vantagem. De resto importa salientar o excelente desempenho da equipa barreirense que está com uma veia goleadora impressionante com onze golos marcados nos últimos dois jogos [seis ao Olímpico do Montijo e agora cinco ao Palmelense] e zero sofridos.

A equipa de Palmela, que se encontra numa posição muito delicada e com a sua permanência em risco na principal competição do futebol setubalense, fez o que pode mas não conseguiu evitar a derrota porque o seu adversário não lhe deu qualquer hipótese.

Com arbitragem de Diogo Trancadas em vez de Filipe Costa, que estava inicialmente nomeado para este jogo mas acabou por dirigir o Alfarim – Comércio e Indústria para o qual estava designado Diogo Trancadas, o jogo começou com o Barreirense ao ataque mas o primeiro golo só aconteceu aos 28 minutos por intermédio de Amadeu que bisou aos 40, atingindo-se o intervalo com o marcador em 2-0.

Na segunda parte o jogo continuou a ser dominado pelo Barreirense e os restantes golos foram surgindo com naturalidade. Dois deles marcados por Bailão [que continua com o pé quente] e o outro por Mauro. De registar entretanto que, para além dos dois golos que marcou, Amadeu ainda desperdiçou a concretização de uma grande penalidade.  

Na próxima jornada o Barreirense desloca-se a Sesimbra para defrontar a equipa local e o Palmelense recebe o Alcochetense.    


A OPINIÃO DOS TREINADORES

PEDRO DUARTE, treinador do Barreirense:

“Foi uma vitória justíssima e muito importante”

“Sabíamos que não podíamos facilitar nem um bocadinho e foi isso que aconteceu. Fizemos um bom jogo e alcançámos mais uma importante vitória. Na primeira parte controlámos sempre o jogo, jogámos com atitude e nunca deixámos o Palmelense sair a jogar no seu meio campo, salvo raras excepções, onde só em bolas paradas conseguia chegar à nossa baliza. Acabámos por marcar duas vezes pelo Amadeu e chegámos ao intervalo a ganhar por 2-0, com justiça. Na segunda parte o Palmelense reagiu e até entrou melhor que nós nos primeiros cinco minutos  jogando com garra e atitude a meio campo, mas nós aos poucos começámos de novo a tomar conta do jogo e a criar problemas à defesa da equipa adversária com boas jogadas de envolvimento, chegando sempre com perigo em zonas de finalização e acabámos por fazer mais três golos, falhando ainda um penalti pelo Amadeu. Foi uma vitória justíssima e muito importante para nós. Parabéns aos meus jogadores que alcançaram mais uma boa vitória, com humildade e respeito pelo adversário. Parabéns também ao Palmelense pela garra e entrega dos seus jogadores que mesmo em desvantagem nunca viraram a cara à luta”. 



EDU MACHADO, treinador do Palmelense:  

"O resultado espelha a diferença de valores entre as duas equipas"

Ao contrário do que é habitual, o treinador do Palmelense, Edu Machado, foi parco em palavras no final do jogo. Limitou-se a reconhecer a superioridade do adversário, a dar os parabéns à equipa do Barreiro e ao seu treinador, prometendo contudo continuar a trabalhar e a lutar com dignidade até ao fim do campeonato.  
“Não há muito a dizer sobre o jogo. O resultado espelha a diferença de valores entre as duas equipas, assim como a posição de ambas na tabela classificativa. Parabéns ao Barreirense e ao Pedro Duarte pelo resultado. A nós, resta-nos dignamente continuar a trabalhar e lutar até ao fim do campeonato”.


FICHA DO JOGO

Jogo no Campo da Verderena, no Barreiro
ÁRBITRO: Diogo Trancadas (Núcleo do Pinhal Novo), auxiliado por Pedro Cardador e Nuno Baltasar

BARREIRENSE: Kevin; Carlos André, Bruno Costa, Fragoso, Bailão; Crisanto (Mauro, 72’), Maside, David Pinto; Danilo (Fabrício, 65’), Amadeu e Capitão-Mor (Wilson, 60’). 
TREINADOR: Pedro Duarte

PALMELENSE: Gustavo; Pedrinho, Paulo Sousa, Jones, Ruben (Ricardo, 60’); Nelson, Brito (Gaspar, 57’), Alex; Cortez, Kevin (Grampola, 57’) e Moreira.
TREINADOR: Edu Machado

Ao intervalo: 2-0
Marcadores: 1-0, Amadeu (28’); 2-0, Amadeu (40’); 3-0, Bailão (64’); 4-0, Mauro (83’); 4-0, Bailão (90+4’).
Disciplina: cartão vermelho (directo) para Cortez aos 89 minutos
  



Post Bottom Ad

Responsive Ads Here