1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» U. Banheirense 1 Charneca 2 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

26 de abril de 2015

1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» U. Banheirense 1 Charneca 2

Com Jackson em evidência…

CHARNECA DE CAPARICA SURPREENDE NA BAIXA DA BANHEIRA

O Charneca de Caparica foi protagonista de um dos resultados mais surpreendentes da jornada com a vitória alcançada num campo tradicionalmente difícil perante um adversário de qualidade que não costuma facilitar.

Com uma estratégia bem montada a equipa orientada por Élio Santos acabou por superar a União Banheirense que está a passar por uma fase menos boa devido essencialmente a alguns abandonos que têm prejudicado o trabalho normal da semana.

Na primeira parte a equipa da Baixa da Banheira teve muito mais posse de bola mas não foi muito perigosa em termos ofensivos porque o Charneca de Caparica se mostrou sempre muito seguro na sua zona defensiva.

Na segunda parte com as alterações tácticas efectuadas o Charneca conseguiu levar a água ao seu moinho com dois golos obtidos por Jackson, um marcado aos 59 e o outro aos 89 minutos. Pelo meio, e logo a seguir ao primeiro golo charnequense, a União Banheirense ainda conseguiu chegar ao empate, mas depois não foi capaz de resistir.

Para o Charneca de Caparica, esta foi uma vitória extremamente importante porque permitiu um ligeiro salto na tabela classificativa; ou seja, a subida ao 11.º lugar somando agora 25 pontos, tantos quantos tem o Beira Mar de Almada e mais dois que Sesimbra e Olímpico do Montijo.

Na próxima jornada a União Banheirense desloca-se à Arrentela e o Charneca de Caparica recebe o Barreirense, no Campo do Cassapo.   

    

A OPINIÃO DOS TREINADORES:

 RUI FONSECA, treinador do Banheirense:

“Há jogadores que andam talvez a ser mal aconselhados”

“Se calhar estamos a pagar a factura de durante a semana não conseguirmos imprimir qualidade aos treinos porque andamos a trabalhar com 12/13 jogadores. Assim, torna-se difícil fazer um trabalho em condições. Esta semana mais um jogador abandonou e isso para mim é difícil de aceitar porque estamos a cinco jornadas do fim, talvez andem mal aconselhados. Mas, de certeza absoluta que a União Banheirense nestes últimos cinco jogos vai entrar com um onze que dignifique o clube para que no final do campeonato possamos terminar com uma classificação honrosa. Não vai ser fácil porque vão ser cinco jogos muito difíceis para nós por aquilo que acabei de explicar. Sobre o jogo, o Charneca não tem culpa nenhuma de termos muitos ou poucos jogadores. O Élio montou uma boa estratégia que lhe saiu bem e foi feliz e eu da minha parte só tenho que dar os parabéns ao adversário porque temos que saber ganhar e saber perder. Hoje perdemos bem porque não fizemos um bom jogo pelos motivos que se calhar atrás referi. Temos vindo a quebrar um pouco na qualidade mas não vamos baixar a cabeça. Somos poucos mas bons. Por isso, vamos querer levar isto até ao fim de uma maneira digna para honrarmos o emblema. Quero também dar os parabéns à arbitragem que foi excelente. Nós criticamos muitas vezes os árbitros mas eu como sou honesto só tenho que dizer que hoje só nos podemos queixar de nós próprios”.


ÉLIO SANTOS, treinador do Charneca de Caparica:

“O Charneca foi uma equipa inteligente, esperta e os três pontos ajustam-se perfeitamente”

“Foi um jogo com duas partes distintas. Na primeira parte praticamente só defendemos porque tínhamos definido como estratégia que neste período mais importante que marcar era não sofrer. A equipa teve uma postura táctica fantástica. Quase que jogámos sem avançados porque quando era para defender toda a gente defendia. Tentámos sair uma ou duas vezes em ataque rápido em contra-ataque e fizemos apenas três remates de longe sem grande fulgor. O Banheirense teve muita posse de bola mas praticamente não criou situações de perigo e fomos para o intervalo com o nulo. Na segunda parte colocámos o Jackson a ponta de lança e acabámos por marcar e numa boa jogada do Nico pela direita sofremos logo a seguir o empate. Continuámos a trabalhar e a criar algumas oportunidades para marcar, o Jackson faz mais um golo que foi anulado. Com a entrada do Pedro Santos arriscámos tudo e acabámos por ser felizes com um novo golo do Jackson que apareceu na área tirou dois adversários do caminho e atirou a contar quando estavam decorridos 89 minutos. Foi uma vitória justíssima obtida contra uma boa equipa de um clube que nos respeitou imenso e nos recebeu com muita cordialidade mas hoje o Charneca foi uma equipa inteligente, esperta e os três pontos ajustam-se perfeitamente. Uma última palavra para a equipa de arbitragem que nunca tinha visto, gostei bastante do seu trabalho”.   


FICHA DO JOGO

Jogo no Campo Municipal do Vale da Amoreira, na Baixa da Banheira
ÁRBITRO: João Bernardo (Setúbal)

U. BANHEIRENSE: Flávio; Marinho, Sarico, Bertrande, Morgado (Zé Carlos, 52’); Abu, Ruben (Bandeira, 45’), Nelson; Nico, Ailton e Imildon (Daniel Lourenço, 45’).
TREINADOR: Rui Fonseca

CHARNECA DE CAPARICA: Jesus; Leston, Cláudio (Pedro Santos, 83’), Hadil, Rafa; Santiago, Fred, Edson; David Pombeiro (Paulo Costa, 53’), Jackson e Fabinho (Sérgio, 72’).   
TREINADOR: Élio Santos

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: 0-1, Jackson (59’); 1-1, Ailton (63’); 1-2, Jackson (89’).
  



Post Bottom Ad

Responsive Ads Here